A afetividade no processo de aprendizagem

* Letícia Walendorff

As transformações na sociedade escolar e a intensidade com que as informações se modifiquem cada vez mais se refletem no ensino. Desse modo ,exige-se que a escola não seja uma mera transmissora do saber, mas que proporcione um ambiente estimulante; que privilegie a descoberta, a criatividade, que permite que a criança construa seu conhecimento de forma mais motivada e prazerosa, que propicie um local de trocas de experiências, diálogo, cooperação e afetividade no processo de aprendizagem.

Segundo o estudioso Henri Wallon (1879-1962) a afetividade se é expressada com maior intensidade no primeiro ano de vida, e com o passar de mais alguns anos chegara a idade da escolaridade da criança portanto a relação entre professor/aluno ,devesse estar interligados com a criação de afetividade , pois a relação de afetividade no desenvolvimento do educando e contexto educacional está relacionada com o bom desempenho escolar , e toda a criança que se sente amada,respeitada adquire autoestima e confiança, o que significa que ela terá mais condições de aprender e desenvolver sua personalidade. É inconcebível uma educação em que não exista a afetividade em sua composição , pois sem afeto não há educação.

A aprendizagem esta bastante relacionada com a afetividade é um processo do qual o individuo se apropria do conhecimento da cultura na qual ele esta inserido, transformando a realidade e sendo por ela transformado, tornando-se capaz de sobreviver no ambiente no qual ele está inserido (LIMA,2010,p.07).

Segundo o estudioso Henri Wallon, um educador austero, que ofende ou até mesmo impaciente ao ensinar aquilo que se é de direito ao educando , pode afetar de forma negativa criando,inclusive, bloqueios de aprendizagem na criança. A afetividade exerce papel predominante no desenvolvimento pois, é por meio delas que o individuo exteoriza desejos, vontades e apatia pelo ambiente escolar .

A afetividade e aprendizagem na relação professor/aluno, definindo como resultado imprescindível a atender os anseios dos alunos na sua aprendizagem. Afetividade é se preocupar com seus alunos é reconhecê-los como indivíduos autônomos em busca de sua identidade. Esta relação é uma condição do processo ensino/aprendizagem, ela dinamiza e dá sentido ao processo educativo de cada aluno.

Entretanto é necessário que o educador conheça seus alunos e aprenda a lidar com ele por meio de diálogo e demonstração de afeto, pois a forma com a qual se é relacionada com o aluno se refere na absorção do conhecimento dos mesmos. Pois a afetividade é a dinâmica mais profunda e complexa do qual o ser humano faz parte.

“A criança responde ás impressões que as lhe causam com gestos dirigidos a ela”.

Referencias

CAPELLATO, Ivan Roberto , Educação com afetividade, São Paulo: Fundação Educar D’Paschoal,2005.

LIMA, Anna Paulade de Avelar Brito. Psicologia da Aprendizagem . Recife :UFRPE,2010.1.v.

CHALITA, 2004,p.149

WALLON, Henri. Ciclo da Arendizagem: Revista Escola, ed. 160, Fundação Victor Civita, São Paulo, 2003.