Acampa 2015 reuniu aproximadamente 110 jovens durante 4 dias

O evento é promovido pelo Departamento de Jovens da Igreja Batista de Soledade e aconteceu durante o feriadão de carnaval

Por Lucas Bicudo em 20/02/2015

   

(Foto: Pedro Faccio / Divulgação)
Acampa 2015 reuniu aproximadamente 110 jovens durante 4 dias

Cerca de 110 jovens participaram entre os dias 14 e 17 de fevereiro, da oitava edição do Acampa, promovido pelo Departamento de Jovens da Igreja Batista de Soledade. Durante os quatro dias, na sede campestre da Igreja, os participantes realizaram atividades espirituais e de lazer, tendo como tema principal “Vivendo na plenitude de Deus”.

De acordo com o líder de jovens, Nicolau Levi Nunes, uma programação especial foi preparada. “O período da manhã era reservado para a parte devocional, onde é pregado a Palavra relacionando-se ao tema do Acampa. A tarde era livre para que os participantes pudessem praticar atividades físicas e de lazer. Já durante a noite, o momento era dedicado a louvores e adoração”, informou. O Acampa também contou com a presença do evangelista Luca Martini.

Ao relembrar do surgimento do evento, Nicolau conta que tudo iniciou há oito anos atrás, quando cerca de 30 jovens foram acampar com ele. “Eu, juntamente com minha família, tinha por costume neste período de feriadão de carnaval ir acampar. Como lidero o Departamento de Jovens da Igreja, alguns dos membros começou a querer ir junto, e desde então surgiu o evento”, comentou.

Nicolau diz que o objetivo do Acampa é proporcionar aos participantes um momento diferente. “Queremos mostrar que é possível passar um feriadão alegre, sem ter que precisar ir a festas, tomar bebidas. A cada edição tivemos uma presença maior de jovens. Neste ano, além de participação de soledadenses, também tivemos pessoas vindos de Porto Alegre, Lajeado e Victor Graeff”, finalizou.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade