Conceito 4 no processo de recredenciamento do MEC é comemorado pela Reitoria

UPF e MEC

Por Redação em 09/09/2009

   

nao. (Foto: Jaques Hickmann)
Conceito 4 no processo de recredenciamento do MEC é comemorado pela Reitoria

O conceito 4 atingido pela Universidade de Passo Fundo (UPF) na avaliação realizada pela comitiva do Ministério da Educação no mês de agosto foi comemorado pela Reitoria da instituição na manhã desta quarta-feira, 09 de setembro. Em entrevista coletiva à imprensa de Passo Fundo, o reitor Rui Getúlio Soares; e os vice-reitores de Graduação, Eliane Colussi; de Pesquisa e Pós-Graduação, Hugo Tourinho Filho; de Extensão e Assuntos Comunitários, Adil de Oliveira Pacheco; e Administrativo, Nelson Beck; além do presidente da Comissão Própria de Avaliação (CPA) da UPF, Adriano Pasqualotti, comentaram o resultado obtido nas 10 dimensões avaliadas.

De acordo com o reitor, pelo caráter e pela origem comunitária da UPF, é dever da Reitoria prestar contas de suas ações, principalmente no momento em que recebe o resultado positivo da avaliação do MEC. “Este conceito é resultado de um trabalho coletivo dentro da instituição, envolvendo a Reitoria, diretores, coordenadores, professores, funcionários e também da colaboração dos nossos estudantes, razão principal da existência da nossa Universidade”, destacou.

Na opinião da vice-reitora Eliane Colussi, o conceito é resultado de uma preparação que tem ocorrido nos últimos anos. “Este recredenciamento nos coloca entre as melhores instituições do Rio Grande do Sul e do país e é resultado de um processo de aprimoramento cotidiano, que passa pela
qualidade educativa, o que nos últimos anos tem passado por mudanças, visando especialmente a formação de profissionais capacitados e cidadãos, responsáveis pela melhoria de vida da comunidade, já que esta é a missão da UPF”, explicou.

O coordenador da CPA, professor Adriano Pasqualoti, destacou a avaliação da comissão do MEC a respeito da infraestrutura da UPF. Utilizando os exemplos dos cursos de Agronomia, Arquitetura e Urbanismo e Odontologia, ele enfatizou que estas graduações estão sendo recomendadas para receber um certificado que os coloca entre os mais qualificados do país, aptos a receberem alunos de toda a América Latina. “Apenas 20 cursos no país terão direito a esta certificação”, garantiu, destacando que a meta da Comissão de Avaliação, com o conceito 4, foi atingida.

Dimensões avaliadas

A Avaliação Institucional Externa, como é chamada a visita dos representantes do MEC, é a etapa final do processo de avaliação do Sinaes, o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior. Integrando-se à Avaliação Externa e à Auto-Avaliação, o Enade (que avalia o desempenho dos estudantes) e a Avaliação dos Cursos de Graduação, encerram o sistema a partir do qual o MEC busca analisar a qualidade das instituições.

Durante o período de agosto em que a comissão do MEC esteve na UPF, 10 dimensões foram avaliadas, tanto por meio de documentos quanto a partir de entrevistas com a comunidade universitária. A avaliação contemplou desde as políticas para ensino, pesquisa e extensão, quanto às questões relacionadas à responsabilidade social da instituição, sua comunicação com a comunidade, sua organização e gestão e a infraestrutura física. Foi a partir da análise do conjunto de requisitos que o conceito da instituição ficou estipulado em 4 (em uma escala de 1 a 5), enquadrando, portanto, a UPF entre as melhores universidades do Brasil.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade