Samir Lamaison integra chapa de oposição na eleição da Farsul

Presidente do Sindicato Rural de Soledade, concorre a vice-presidente na chapa encabeçada por João Batista Fernandes da Silveira, ex-presidente do Sindicato Rural de Passo Fundo

Por Correio do Povo em 03/08/2015

   

(Foto: Rádio Cristal)
Samir Lamaison integra chapa de oposição na eleição da Farsul

Duas chapas concorrem à eleição da Farsul, marcada para o dia 5 de outubro. Há 18 anos à frente da entidade, o atual presidente Carlos Sperotto é candidato à reeleição, acompanhado do 1º vice-presidente Gedeão Pereira.

A novidade é a chapa de oposição liderada por João Batista Fernandes da Silveira, ex-presidente do Sindicato Rural de Passo Fundo. O candidato a 1º vice-presidente é Samir Lamaison, hoje presidente do Sindicato Rural de Soledade. A chapa de oposição já tem apoio da Aprosoja. As nominatas foram protocoladas na última sexta-feira e a documentação complementar está sendo entregue nesta semana.

Votam os presidentes dos 137 sindicatos rurais do Rio Grande do Sul. Em seis mandatos consecutivos, esta é a terceira vez que Sperotto enfrenta uma chapa de oposição. O dirigente afirma que vê o processo com naturalidade. “Nosso procedimento é normal, dentro de um colegiado que nos conhece e que nós conhecemos”, disse. A partir de segunda será intensificada a elaboração de uma estratégia de campanha. “Temos uma pauta e vamos complementá-la”, informou. A chapa de situação tem nomes de 28 sindicatos rurais que, segundo Sperotto, representam todas as regiões do Estado. Na última eleição, ocorrida em 2012, apenas uma chapa foi inscrita.

A nominata da chapa de oposição tem lideranças de oito municípios. Outros dois sindicatos rurais já manifestaram apoio à candidatura, totalizando dez. “Queremos mostrar uma proposta nova, diferente”, disse João Batista Fernandes da Silveira. Ele destaca que a principal bandeira é atender aos anseios dos sindicatos rurais. Uma das estratégias de campanha será fazer visitas às regiões. “Está mais do que na hora de oxigenar a federação, tem que haver uma renovação”, disse o presidente da Aprosoja, Décio Teixeira.

Uma das críticas dos opositores é com relação à posição da Farsul na disputa contra a cobrança de royalties pela Monsanto. A entidade não participa da ação judicial.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade