Atividades movimentam programação alusiva ao Dia do Advogado

Happy Hour Jurídico e coquetel junto a Vara do Trabalho e Unidade Avançada da Justiça Federal foram os primeiros eventos

Por Lucas Bicudo em 07/08/2015

   

(Foto: Lucas Bicudo / ClicSoledade)
Atividades movimentam programação alusiva ao Dia do Advogado

A direção da OAB, Subseção de Soledade, programou uma série de atividades para celebrar o Dia do Advogado, comemorado no dia 11 de agosto. Nessa quinta-feira, 6/8, aconteceu os primeiros eventos, que foi o Happy Hour Jurídico e o coquetel de confraternização junto a Vara do Trabalho e Unidade Avançada da Justiça Federal.

Claridê Chitolina Taffarel, presidente da Ordem local, afirma que se procura oferecer momentos especiais aos colegas. “Soubemos que nosso dia-a-dia é bastante movimentado e muitas vezes acabamos nos encontrando apenas no Fórum, por isso achamos de extrema importância programarmos estes eventos para confraternizar e fortalecermos os nossos vínculos”, aduziu.

Como tradicionalmente é feito, foi oferecido na Sala da OAB na Vara do Trabalho e Unidade Avançada da Justiça do Trabalho um coquetel, onde os advogados e servidores que trabalham naquele local puderam confraternizar.

oab-2

À noite, no Sheik Árabe, aconteceu uma edição especial do Happy Hour Jurídico, organizado pela Comissão Especial do Jovem Advogado (CEJA). Na oportunidade, José Pedro Guimarães, juiz da 2ª Vara Cível de Soledade, fala sobre o tema “A conciliação como condição de procedibilidade para a entrega de tutela nos litígios cíveis e o papel do advogado”.

O magistrado trouxe informações sobre as alterações na sistemática processual civil, no que tange a conciliação, dentro do novo Código de Processo Civil. “Houveram muitas mudanças, principalmente nas questões dos recursos. Mas principal mote do novo CPC é estabelecer uma consciência de composição consensual dos litígios para efeito de diminuir o número de demandas e também assegurar a resposta juridiscional no menor tempo possível, o que se chama o direito a razoável duração do processo”, salientou.

oab-1

Guimarães elogiou este momento de aproximação entre os operadores do Direito. “Isto contribui para que tenhamos uma resposta jurisdicional mais ágil, mais célere, pois somente através do diálogo institucional entre os operadores do direito e observância de alguns critérios éticos e de gestão é que nós vamos poder ter um sistema melhor”, concluiu.

Felipe Borges Oliveira, presidente da CEJA Soledade, pondera que o Happy Hour Jurídico vem tendo uma grande aceitação por parte dos advogados. “A cada edição, temos uma participação cada vez maior de colegas, nos dando o indicativo de que ele já se tornou um evento permanente. Ficamos felizes pois é um momento em que paramos para confraternizar e ao mesmo tempo nos atualizarmos sobre algum tema vigente”, ponderou.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade