ACIS oferece com exclusividade o serviço do SCPC Boa Vista

Banco de dados é completo e utilizado pelas principais redes de varejo do Brasil, bancos e financeiras

Por Lucas Bicudo em 23/06/2016

   

(Foto: Imagem ilustrativa)
ACIS oferece com exclusividade o serviço do SCPC Boa Vista

Facilitar as operações comerciais e aumentar a segurança na concessão e no recebimento de cheques. Este são alguns dos benefícios do banco de dados da SCPC Boa Vista, que em Soledade é oferecido com exclusividade pela Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Soledade (ACIS).

Evaristo Junior da Silva Freitas, gerente de Desenvolvimento de Projetos da ACIS, afirma que todas as grandes cidades gaúchas utilizam do serviço do SCPC. “É importante salientar que as principais redes de varejo, bancos, financeiras, lojas de móveis e eletrodomésticos também fazem uso das informações deste banco de dados”, ponderou.

A origem das informações para formação do banco de dados são extraídas de empresas associadas (registro e consultas), Bacen (Banco Central), Bancos (contra ordem e sustados), cartórios (protestos), consumidores, perdas de documentos e cheques, convênios, SSP, empresas de telefonia, Denatran.

Evaristo Junior salienta sobre a importância do lojista registrar aquele consumidor inadimplente. “Ao negativa-lo, estará impedindo que faça compras em outros estabelecimentos. Outro fator interessante é o índice de recuperação do crédito, onde o consumidor acaba quitando a dívida em um curto espaço de tempo”, considerou.

O gerente de Desenvolvimento de Projetos convida os associados e demais empresários que ainda não possuem o serviço da SCPC procurem a ACIS. “As pessoas podem nos ligar no (54) 3381 2001 e agendar uma visita que apresentaremos os benefícios deste serviço”, concluiu.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade