Projeto OAB Vai a Escola é desenvolvido na EMEF Dr. Valdemar Rocha

Participaram alunos do 6º ao 9º ano, quando diferentes temas foram abordados pelos membros da OAB Soledade

Por Lucas Bicudo em 10/08/2016

   

(Foto: Lucas Bicudo / ClicSoledade)
Projeto OAB Vai a Escola é desenvolvido na EMEF Dr. Valdemar Rocha

Aproximadamente 80 alunos do 6º ao 9º ano da Escola Municipal Dr. Valdemar Rocha participaram nesta quarta-feira, 10/8, do projeto OAB Vai a Escola. A iniciativa é da Subseção de Soledade, que tem por objetivo ir até os educandários abordar temas de interesse, como bullying, violência, drogas, armas, cuidados com o patrimônio, direitos e deveres.

Carina Ruas Balestreri, presidente da OAB local, destaca que a proposta visa trabalhar com os estudantes desde a base de sua formação. “Nosso intuito é passar valores e ensinamentos à eles, onde situações que são verificadas no dia-a-dia da escola possam ser abordadas de forma a orientá-los”, aduziu.

Outra proposta do projeto OAB Vai a Escola tem é conseguir implantar no educandário uma cultura de justiça restaurativa. “Queremos que os problemas verificados na escola possam ser resolvidos no ambiente escolar. Trata-se de um projeto singelo, mas grandioso em suas intenções”, concluiu.
oab-escola-1
A programação encerra nesta quinta-feira, 11/8, Dia do Advogado, onde às 10h, na sede da OAB Soledade, será feito um pronunciamento à imprensa pela Diretoria, Comissões e Conselhos. Na ocasião, serão explanadas as ações em desenvolvimento pela entidade.

Já às 20h, no Rancho Balança, acontece o Jantar de Confraternização, oportunidade em que será homenageada Claridê Chitolina Taffarel, primeira presidente mulher da OAB Soledade, uma vez que 2016 é considerado o Ano Nacional da Mulher Advogada.
oab-escola-2

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade