Registro de candidatura de Velere é negado e Arvorezinha terá novas eleições

Por unanimidade, o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou, na sessão desta segunda-feira (19), o registro de Sérgio Reginatto Velere.

Por Redação em 19/12/2016

   

(Foto: Jornal Eco Regional)
Registro de candidatura de Velere é negado e Arvorezinha terá novas eleições

O prefeito eleito de Arvorezinha, Sergio Velere, não será diplomado na noite desta segunda-feira, 19/12, no evento solene de diplomação dos eleitos para a gestão 2017/2020. Velere também não assumirá o Executivo Municipal no dia 01 de Janeiro de 2017.

Por unanimidade, o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou, na sessão desta segunda-feira (19), o registro de Sérgio Reginatto Velere, candidato mais votado à prefeitura de Arvorezinha (RS). O candidato disputou a eleição de outubro com o registro indeferido com recurso e aguardava julgamento pelo TSE.

O relator, ministro Luiz Fux, desproveu o recurso do candidato porque teve condenação transitada em julgado por crime contra a administração pública. Com base nas informações dos autos, Sérgio Velere obteve indulto em 2015, porém a contagem da inelegibilidade na qual está enquadrado se estende até 2023.

Desta forma, Arvorezinha deverá ter novas eleições. Os prazos deverão ser decididos pela justiça e divulgados em breve. Na noite desta segunda-feira, 19/12, somente serão diplomados os vereadores eleitos do município de Arvorezinha.

Em janeiro, o executivo deverá ser assumido pelo presidente da Câmara de Vereadores.

A informação é do Jornal Eco Regional e do TSE.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade