Audiência pública em Lajeado discutiu edital de concessão da BR-386

Encontro aconteceu na Univates nesta quinta-feira, 16/03.

Por Redação em 17/03/2017
(Foto: Tiago Silva / Univates)
Audiência pública em Lajeado discutiu edital de concessão da BR-386

Lideranças de Soledade e toda região participaram na tarde desta quinta-feira, 16, da terceira audiência pública promovida pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) com o objetivo de discutir a minuta do edital de concessão da BR-386 à iniciativa privada. Na audiência, a ANTT detalhou os termos do edital, que ainda não está fechado e pode receber contribuições da comunidade regional, até 31 de março, pelo site www.antt.gov.br. Conforme o edital, a concessão terá prazo de 30 anos.

O principal questionamento era quanto à previsão da duplicação do trecho entre Lajeado e Carazinho ocorrer a partir do 12º ano de concessão. Com a solicitação de lideranças regionais, o governo federal estuda inverter o cronograma e estabelecer a realização da duplicação entre o terceiro e o oitavo anos de concessão. No total, as obras de duplicação serão realizadas em 220 km da via federal.

Agora a discussão de lideranças do Alto da Serra do Botucaraí se foca em discutir a localização de praças de pedágios, sendo que conforme o projeto, duas delas ficariam instaladas na região de Soledade, o que é repudiado pelas lideranças e comunidade.

Nesta sexta-feira, 17, ocorre a quarta reunião para discutir a concessão, em Soledade, no Centro Cultural. O prefeito de Soledade e presidente da AMASBI, Paulo Cattaneo, convida a comunidade para que esteja presente. Segundo ele, a participação é fundamental para que a ANTT entenda o posicionamento da região quanto ao tema.

A audiência pública contou com a participação de líderes regionais, políticos, empresários, representantes de diversos segmentos e da comunidade.

PROJETO

Conforme a ANTT, das 21 concessões de rodovias que o Brasil tem hoje, a proposta para a BR-386 é a mais vantajosa em termos de investimentos: serão investidos R$ 7,9 bilhões na rodovia, com a geração de 12 mil empregos diretos e indiretos.

O edital conjunto de concessão ainda contempla as rodovias BR-101, BR-290 e BR-448. O trecho a ser concedido compreende a BR-101/SC, do km 455,9 até a divisa SC/RS; da BR-101/RS, entre a divisa SC/RS até o entroncamento com a BR-290 (Osório); da BR-290/RS, no entroncamento com a BR-101 (Osório) até o km 98; da BR-386, no entroncamento com a BR-285/377 (para Passo Fundo) até o entroncamento com a BR-448; e da BR-448, no entroncamento com a BR-386 até o entroncamento com a BR-116/290.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade