Imóvel da Indústria de Calçados Harla deverá ser vendido em Soledade

Segundo informações, o imóvel deverá ser adquirido por uma rede supermercadista que tem matriz em Passo Fundo

Por Maurício Orsolin em 26/06/2017

   

(Foto: Maurício Orsolin / ClicSoledade)
Imóvel da Indústria de Calçados Harla deverá ser vendido em Soledade

O imóvel pertencente a Indústria de Calçados Harla, em concordata, terá novos donos em Soledade. O local já foi sede das empresas Via Marte, Copersol e sendo ocupado pela última vez pela Bruvi. A venda da área, que fica na Avenida Júlio de Castilhos, no Bairro Expedicionário, e que atualmente está fechado, já foi deferida pelo Poder Judiciário.

O processo de concordata da empresa, que tramita na Comarca de Soledade desde 1999, ainda não está concluso. Embora tenha iniciado como um processo de falência, hoje a demanda judicial trata de uma concordata suspensiva, o que, conforme informações, facilita a negociação de créditos fiscais.

O advogado João Medeiros Fernandes Júnior foi o Comissário nomeado pelo juiz para acompanhar o processo.

Em despacho proferido no final de maio, o juiz José Pedro Guimarães, da 2ª Vara Cível da Comarca, assim se manifestou: “A proposta de aquisição parcial do então estabelecimento industrial, para efeito de geração de emprego e renda, por lógico, aproveita não apenas a coletividade local, mas muito especialmente aos próprios titulares da pessoa jurídica, inclusive garante condições financeiras para a integral quitação dos débitos fiscais junto à União”.

O magistrado ainda nomeou o Dr. João Medeiros para acompanhar e assinar o competente contrato preliminar envolvendo o negócio e, ao final, após o pagamento, a escritura pública do imóvel, que já foi ser formalizada.

O valor do negócio ainda não é conhecido, nem qual seria a dimensão da área adquirida. De igual forma, não há nenhuma confirmação sobre qual seria a destinação do imóvel, embora o mesmo tenha como possível comprador, segundo informações, uma rede supermercadista com matriz na cidade de Passo Fundo.

A reportagem foi produzida em parceria pelos repórteres Fernando Martins (Rádio Soledade) e Maurício Orsolin (Clic Soledade).

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade