Meteorologia alerta para frio extremo, neve e geada forte no Estado

Massa de ar de origem polar que começará a ingressar no Estado ao longo do domingo e tomará conta do território gaúcho na segunda-feira.

Por Redação em 15/07/2017

   

(Foto: Arquivo / Paulo Henrique Pinheiro / ClicSoledade)
Meteorologia alerta para frio extremo, neve e geada forte no Estado

A MetSul Meteorologia alerta para uma brutal mudança das condições do tempo no Sul do Brasil. O calor da sexta e no sábado no Rio Grande do Sul dará lugar a uma poderosa massa de ar de origem polar que começará a ingressar no Estado ao longo do domingo e tomará conta do território gaúcho na segunda-feira.

Deve ser esperada uma queda extremamente forte da temperatura entre o domingo e a segunda-feira. Já no domingo faz muito frio durante o dia no Oeste, Centro e o Sul do Estado com resfriamento intenso na Metade Norte até o final do dia. Na segunda-feira, com a chegada da parte mais intensa do ar polar, o dia vai ser extremamente frio com temperatura por demais baixa mesmo no período da tarde.

Neve e chuva congelada

São várias as projeções computadorizadas analisadas pela MetSul indicando que na segunda-feira poderia nevar no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, devido à combinação de instabilidade e ar muito gelado em altitude. A cota de neve poderia cair, segundo alguns dados, abaixo de 500 metros de altitude em pontos do território gaúcho, tal a força do ar polar e os baixíssimos valores de temperatura na troposfera inferior.

Não se pode descartar que neve, apesar de uma possibilidade menor, em outras regiões do Estado de menor altitude como cotas de 300 metros a 600 metros, como, por exemplo, as áreas de Itaara e do Centro-Serra, além do Planalto Médio, Alto Jacuí, Noroeste, Médio e Alto Uruguai. Isoladamente, em outras regiões, pode ocorrer chuva congelada. Deve nevar ainda no Planalto Sul Catarinense e não se pode afastar o fenômeno no Oeste e no Meio-Catarinense, assim como em outros pontos altos do estado catarinense e do Sul/Sudoeste do Paraná.

Geada

Vento e ar muito gelado podem provocar “geada negra” em locais mais altos do Sul do Brasil na segunda-feira. Com o tempo aberto e o vento fraco a calmo durante as madrugadas de terça e quarta-feira se espera geada generalizada no Rio Grande do Sul e na maior parte do Sul do Brasil e que deve ser forte a intensa na maioria das cidades. Ainda deve gear na segunda metade da semana que vem no Sul do Brasil, mas a cada dia vai diminuir o número de pontos com o fenômeno.

Mínimas extremas

As madrugadas de terça e quarta-feira devem ser extremamente frias no Sul do Brasil. No Rio Grande do Sul, a MetSul antecipa mínimas ao redor de 0ºC ou abaixo de zero em quase todos os municípios do Estado. Na Serra e Aparados, as mínimas negativas serão generalizadas com valores excepcionalmente baixos. Devido às mínimas excepcionalmente baixas se espera significativo congelamento. As noites vão seguir com mínimas muito baixas na segunda metade da semana que vem, contudo com tendência de elevação.

Tempo severo

O ar polar será precedido por uma frente fria que provoca chuva desde cedo no Oeste e no Sul do Rio Grande do Sul no domingo e que avançará pelo Estado ao longo do dia. No geral, o sistema frontal deve trazer baixos volumes de chuva, contudo na chegada da frente alguns locais podem ter chuva forte a intensa de curta duração com trovoadas. Como haverá ar quente sobre o Estado com uma corrente de jato em baixos níveis da atmosfera atuando, o cenário não permite se descartar o risco de temporais em pontos localizados. A maior preocupação é com vento forte pela rápida troca de massas de ar, não se afastando o risco de episódios muito isolados de vento com potencial de danos. Na segunda, a instabilidade ainda afetará a Metade Norte do Estado e a chuva pode se transformar em neve pelo ar gelado.

A informação é da MetSul Meteorologia.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade