Casa reconstruída pela Igreja Adventista é entregue a família soledadense

Iniciativa foi lançada durante o Mutirão de Natal e contemplou o casal Luiza e Gian, moradores do bairro Expedicionário

Por Lucas Bicudo em 05/08/2017

   

(Foto: Lucas Bicudo / ClicSoledade)
Casa reconstruída pela Igreja Adventista é entregue a família soledadense

Com auxílio da comunidade soledadense e também da região, a Igreja Adventista do Sétimo Dia, de Soledade, reconstruiu a casa de uma família carente do município. Na manhã deste sábado, 5/8, na presença de membros da Igreja e de pessoas que ajudaram na iniciativa, a nova residência foi entregue para o casal Luiza Prates e Gian Junior Frielink.

O projeto foi apresentado durante o lançamento do Mutirão de Natal de 2016 e colocada em prática neste ano. Para ser contemplada pela ação, a equipe levou em consideração alguns critérios, entre eles, ser uma família carente e ter a casa em precárias condições. A moradia selecionada está localizada na Rua Nilo Peçanha, 42, no bairro Expedicionário.

Jonas Morais, que foi um dos idealizadores, destaca que a ideia inicia era reformar. “Porém nos deparamos com uma casa que precisava ser reconstruída. Foi então que no dia 7 de julho estivemos aqui para iniciar o projeto. Fomos atrás de parceiros, que abraçaram a causa, assim como a comunidade soledadense, que atendeu ao nosso chamado e colaborou”, comenta.

Em 29 dias a residência foi erguida novamente. Feita de madeira beneficiada, a nova moradia agora oferece condições dignas para a família viver. “Esta não é uma ação de uma só pessoa, ela foi construída pela comunidade, onde tivemos o auxílio de aproximadamente 50 pessoas, que aproveitamos para agradecer”, salientou.

Ricardo Muller, diretor da ADRA de Soledade, enfatiza que o projeto também contou com ajuda de outros municípios. “Além dos soledadenses, recebemos doações de Tio Hugo e Victor Graeff. Quando pensamos em ajudar ao próximo, Deus nos abençoa, pois Ele sabe que isto está sendo feito de boa vontade”, ponderou.

O prefeito Paulo Cattaneo parabenizou os envolvidos na realização do projeto. “São ações como esta ajudam a diminuir os problemas sociais do município. O poder público também se preocupa com a questão habitacional, mas é louvável quando a iniciativa parte de particulares, que tem este olhar solidário para com o próximo”, aduziu.

O projeto foi uma iniciativa da Ação Solidária Adventista (ASA) e Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) de Soledade. A ideia é dar continuidade e de, no mínimo, reformar ou reconstruir uma casa por ano.



   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade