Convênio permitirá continuidade do programa A União Faz a Vida em Mormaço

Objetivo do Programa é elevar a qualidade da educação na rede municipal de ensino.

Por Redação em 16/08/2017

   

(Foto: Divulgação / Prefeitura Mormaço)
Convênio permitirá continuidade do programa A União Faz a Vida em Mormaço

Está renovado para continuidade em 2017, o convênio entre a Prefeitura de Mormaço e a Fundação Sicredi para a execução do programa “A União faz a Vida”. O acordo de cooperação, assinado pelo prefeito Rodrigo Jacoby Trindade, prevê a manutenção da metodologia da educação cooperativa baseada em projetos na rede municipal e estadual de ensino no município, desenvolvidos pelos professores, alunos e equipes das instituições para o desenvolvimento de princípios de cooperação e cidadania.

Segundo a secretária municipal de educação, Michele Ferreira Cardoso, o objetivo principal do Programa é colaborar para que os alunos, sejam eles crianças ou adolescentes, possam construir e vivenciar atitudes e valores de cooperação e cidadania, por meio de práticas de educação cooperativa, contribuindo para a formação de cidadãos capazes de empreender e construir, coletivamente. “Através dos projetos, os professores instigam os alunos a buscarem explicações para as suas próprias curiosidades e interesses, criando uma nova metodologia através da pesquisa, das expedições investigativas e explorando a comunidade, dando ao aluno a liberdade de ser protagonista do seu próprio aprendizado”, ressalta a secretária.

De acordo com a secretaria, com a parceria são desenvolvidos muitos projetos nas escolas do município, com o acompanhamento pedagógico da SMECD e através das assessorias do programa, além de formações continuadas para os professores que contribuem para elevar a qualidade da educação no município de Mormaço.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade