Reunião aborda realização de Proagros na Região de Soledade

Encontro foi motivado pela situação de que agricultores da região já estão solicitando os laudos para a cultura do milho.

Por Redação em 08/01/2018

   

(Foto: Divulgação)
Reunião aborda realização de Proagros na Região de Soledade

Extensionistas de 21 municípios da região administrativa da Emater/RS-Ascar de Soledade participaram na quinta-feira (04/12), na sala de reuniões do Escritório Regional de Soledade, de uma reunião para nivelar os procedimentos na execução das perícias do Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro), tendo em vista que agricultores da região já estão solicitando os laudos para a cultura do milho. A atividade foi coordenada pelos assistentes técnicos regionais (ATRs) das áreas de Organização Econômica e Vegetal, respectivamente, Olivio Pedro Faccin e Josemar Parise.

As atividades iniciaram no período da manhã, com apresentação das normas do Proagro, realizada por Faccin. Em seguida o grupo discutiu as ações e algumas peculiaridades que ocorrem na execução das perícias foram apontadas. “Os extensionistas relataram as dificuldades operacionais verificadas nos meses de outubro e novembro devido às perícias realizadas nas culturas de inverno, como trigo, cevada e canola, uma vez que nessa safra ocorreram alterações significativas no modelo de laudo e nos documentos encaminhados aos agentes financeiros”, relata Faccin. Além disso, foram nivelados os procedimentos adotados, visando uniformizar os processos nas perícias e minimizar as interpelações por parte dos agentes financeiros.

No período da tarde, o ATR Parise falou sobre o preenchimento dos laudos e o zoneamento agrícola de risco agroclimático. Entre os apontamentos realizados pelos extensionistas constou a Portaria número 71/2017, do Ministério Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que trouxe mudanças nas datas de plantio. “Isso está desenquadrando algumas lavouras de milho semeadas no cedo, cujos produtores já tinham tradição de semear nessa época, e que agora, pelas novas regras, não terão direito ao seguro”, explica Parise.

O ano de 2018 iniciou com registros de Proagro nas lavouras de milho devido à escassez de chuvas no mês de dezembro, o que prejudicou algumas lavouras que estavam em fase de floração e enchimento de grãos.

Na reunião foi abordado ainda o envio dos mapas eletrônicos aos agentes financeiros, momento em que foi oportunizada a troca de experiência entre os extensionistas.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade