Profissionais alertam contribuintes a antecipar declaração do Imposto de Renda

Solicitação é que as pessoas não deixem para a última hora, prevenindo eventuais contratempos que façam perder o prazo

Por Lucas Oliveira Bicudo em 08/03/2018

   

(Foto: Lucas Bicudo / ClicSoledade)
Profissionais alertam contribuintes a antecipar declaração do Imposto de Renda

Embora o prazo final para declaração do Imposto de Renda ainda esteja longe, os profissionais da contabilidade alertam os contribuintes a se anteciparem. A medida previne que eventuais contratempos possam ocorrer, especialmente na apresentação de comprovantes que venham a ser solicitados.

É obrigado a declarar o cidadão que, em 2017, teve rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70. Também se enquadram àqueles que receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, a partir de R$ 40 mil. Os que possuem atividade rural, onde a receita bruta somou R$ 142.798,59 ou mais igualmente são obrigados.

Completam esta lista os que tiveram ganho de capital na alienação de bens ou direitos, realizou operações na bolsa de valores, tem bens acima de R$ 300 mil, passou a residir no Brasil e ganhou com imóveis e não comprou outro num prazo de seis meses também deve prestar contas a Receita Federal.

O contador Nilton E. Rocha salienta ser importante as pessoas se atentarem aos rendimentos. “Houve um crescimento expressivo no número de contribuintes que passaram a ser obrigados a declararem o Imposto de Renda. Se tinha uma expectativa que os valores aumentassem, porém permaneceu inalterado”, observou.

Ele argumenta que a defasagem vem de muitos anos e não acompanhou as correções tidas ao longo deste tempo. “Por isso que muitos agora estão enquadrados e devem cuidar se os rendimentos alcançam o valor mínimo. Por exemplo, se a pessoa recebeu salário mensal de R$ 2.379,79 já atinge o limite para declaração”, explicou.

A Receita Federal disponibiliza o programa onde o contribuinte pode realizar a declaração, porém Rocha sugere procurar profissionais habilitados para auxiliar nesta atividade. “Existem muitas informações que somente os contadores conseguem analisar e identificar. Ter esta prudência evita dores de cabeça no futuro”, ponderou.

Algumas orientações importantes são lembradas pelo contador. “Solicite ao empregador e bancos os informes de rendimentos de 2017. Também reúna os comprovantes de gastos com saúde e educação passíveis de dedução e obtenha os documentos que comprovem compra e venda de automóveis, imóveis e outros bens”, ressaltou.

O prazo final para entrega da declaração do Imposto de Renda pessoa física 2018 encerra às 23h 59min do dia 30 de abril, sem prorrogação. Quem não prestar contas com o Leão tem de pagar uma multa de 1% ao mês do imposto devido. A penalidade mínima é de R$ 165,00 e a máxima é de 20% do tributo devido.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade