Grêmio vence e mantém invencibilidade na despedida de Tcheco

Tricolor fez 4 a 2 no Barueri, no Estádio Olímpico.

Por Bruno Quevedo em 30/11/2009

   

nao. (Foto: Daniel Marenco)
Grêmio vence e mantém invencibilidade na despedida de Tcheco

por Tatiana Lopes

O jogo não representava nada para o Grêmio em termos de objetivos de classificação dentro do Brasileirão. Porém, a partida diante do Barueri, na tarde deste domingo, no Olímpico, serviu para confirmar a invencibilidade dentro de casa. Com a vitória de 4 a 2, o Grêmio torna-se o único time a conquistar o feito no campeonato de pontos corridos.

Outro ingrediente do confronto foi a despedida do meia Tcheco, que entrou no segundo tempo e foi homenageado pela torcida.

Três golaços na etapa inicial

O primeiro tempo teve três gols do Grêmio. Ou melhor, três golaços. Logo aos seis minutos Douglas Costa recebeu boa bola de Rochemback e chutou com muita categoria, sem chances para o goleiro Renê. Foi o primeiro do garoto com a camisa tricolor no Brasileirão. Na comemoração, ele correu para o banco de reservas para abraçar Tcheco, um de seus conselheiros na equipe.

Aos 12 minutos, o Barueri teve uma chance clara de gol. Após cruzamento na área, Rafael Marques deu condições para Val Baiano, mas o atacante chutou na trave. Quatro minutos depois o Grêmio chegou com força ao ataque novamente. Maxi López fez boa jogada na área, se livrando da marcação, e lançou Maylson.
Porém, o meia caiu no momento do chute e errou.

Logo sairia o segundo gol do Grêmio. Mais um golaço. E foi dos pés do volante Adilson, que não costuma arriscar. Com a bola dominada fora da área, na diagonal esquerda, ele mandou com força e acertou no ângulo esquerdo do goleiro Renê. Na saída para o intervalo, Adilson dedicou o gol a sua família e também ao companheiro Tcheco.

O Grêmio continuou com a superioridade na partida. Nas chances do Barueri, a que levou mais perigo ao gol tricolor foi aos 26 minutos. O goleiro Victor foi batido, a bola ia entrando, mas Rafael Marques conseguiu chegar para tirar a bola quase de cima da linha.

E mais um golaço estava por vir. Aos 32, Souza recebeu na área, driblou o marcador várias vezes e chutou no canto de Renê. Aos 40, Réver perdeu grande chance ao receber na cara do gol e chutar por cima.

Tcheco é homenageado

Na volta do intervalo, o presidente Duda Kroeff entregou a Tcheco um quadro com uma foto do jogador e uma camisa personalizada, como uma foto de seu rosto impressa no peito, ao lado do escudo. Ele foi muito aplaudido pelos torcedores. Nas arquibancadas, uma faixa mostrava o carinho dos torcedores: "Tcheco, te amamos, volta logo!"

Depois do momento de emoção, Tcheco entrou no lugar de Maylson e recebeu a braçadeira de capitão do goleiro Victor para se despedir em grande estilo.

No final da partida, Tcheco jogou a braçadeira de capitão e as chuteiras para a torcida.

Grêmio para e Barueri desconta

No segundo tempo, o Barueri conseguiu descontar a diferença de três gols da etapa inicial. Aos 12 minutos, Val Baiano fez o primeiro da equipe cobrando pênalti. Victor foi no canto certo, mas o chute foi muito forte.

Val Baiano também foi o autor do segundo gol, em uma falha de Victor. Thiago Humberto fez boa jogada pelo lado esquerdo, o goleiro gremista se perdeu no lance e o centroavante do Barueri aproveitou para marcar com o gol vazio.

Nos minutos finais, Maxi López confirmou a vitória tricolor após passe de Herrera, dentro da área, aos 45. Placar final: Grêmio 4x2 Barueri.

Fonte: zerohora.com

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade