Vereadores aprovam projeto que prevê repasse de recursos para a SOSAD

Valor será de R$ 97.348,90, pago em oito parcelas de mensais de R$ 12.168,60, iniciando já no mês de maio

Por Lucas Oliveira Bicudo em 08/05/2018

   

(Foto: Lucas Bicudo / ClicSoledade)
Vereadores aprovam projeto que prevê repasse de recursos para a SOSAD

O projeto de lei nº 29/2018 que prevê repasse financeiro para Sociedade Soledadense de Amparo aos Desabrigados (SOSAD) foi aprovado por unanimidade dos vereadores. A matéria foi votada durante sessão realizada nesta segunda-feira, 7/5, e autoriza o executivo municipal a realizar termo de fomento no valor de R$ 97.348,80.

A quantia será paga em oito parcelas de R$ 12.168,60, com início já no mês de maio. De acordo com Domingas Basegio, vice-presidente da entidade, este dinheiro será utilizado para pagamento de nove funcionários. “Este valor é somente para o salário, não contando com os encargos sociais”, informou.

Atualmente, o Lar Mãe Cúria conta com 20 funcionários para atender os 47 idosos. “As demais despesas são custeadas com as aposentadorias dos abrigados. Já materiais de limpeza, de higiene pessoal e alimentos felizmente contamos com a ajuda da população, que são muito solidários”, afirmou.

Domingas destaca também que o Lar Mãe Cúria foi contemplado com projetos, recebendo recursos do judiciário, da Aprosol e do Sicredi. “Com os valores recebidos, fizemos a troca de alguns equipamentos domésticos, troca da fiação elétrica e foi construída a calçada em frente a casa”, citou.

Recentemente foi concluído o fechamento do pátio com muro. “Realizamos a campanha do Livro Ouro, onde em cinco meses conseguimos angariar o valor de R$ 26 mil para concretização desta obra, que já foi paga. Aproveitamos para agradecer a todos que contribuíram com mais essa ação do Lar Mãe Cúria”, finalizou.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade