Emater aborda Plantas Medicinais em São José do Herval

Durante a Feira da Saúde foram apresentadas as diferentes possibilidades de uso das plantas medicinais.

Por Redação em 10/05/2018

   

(Foto: Divulgação / Emater)
Emater aborda Plantas Medicinais em São José do Herval

Integrando as atividades alusivas à Semana do Município em São José do Herval, a Emater/RS-Ascar realizou uma ação de conscientização sobre o uso de Plantas Medicinais. A Instituição foi uma das entidades participantes da Feira Municipal da Saúde, realizada na tarde da segunda-feira (07/05), na Praça da Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário, e contou com a participação de mais de 200 pessoas.

As extensionistas da Emater/RS-Ascar, Mariana Brock de Oliveira e Laurita Zanotelli Scalco, destacaram ao público participante a importância do reconhecimento correto e do uso das plantas medicinais, aromáticas e condimentares, que fazem parte da cultura popular. O uso dessas plantas é uma prática utilizada há anos para a prevenção e tratamento de doenças, bem como para melhorar o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas e hoje também possuem seus benefícios reconhecidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Laurita destaca que a ação teve por objetivo fazer o resgate do uso das plantas medicinais em benefício da qualidade de vida das famílias. “Essas plantas podem ser utilizadas em chás, mas também na alimentação, reduzindo, por exemplo, a quantidade de sal nas refeições. Por isso, apresentamos as diferentes possibilidades do uso das plantas medicinais e condimentares, salientando sempre os benefícios dessas plantas para a saúde de todos”, explicou a extensionista social.

Durante a Feira da Saúde foram apresentadas as diferentes possibilidades de uso das plantas medicinais, como em sabonetes, pomadas, sachês para traças, sabão em barra, bala de guaco e também distribuídas mudas de diversas variedades dessas plantas. Além disso, foram abordados os benefícios das Plantas Alimentícias Não Convencionais (Pancs) na alimentação.

Outro aspecto abordado durante a tarde, por meio da parceria com as agentes de saúde do município, foi a importância da separação dos resíduos e demonstrada na prática da importância do descarte adequado de vidros, medicamentos vencidos e agulhas utilizadas diariamente por diabéticos. Neste espaço, o público também pode observar a possibilidade de transformar o resíduo orgânico em composto. “Ao fazer a destinação correta dos resíduos, eles deixam de ser um problema. Quando se explora as diferentes formas de uso do mesmo, aliando a sustentabilidade nutricional e energética disponível, se reduz o impacto ambiental”, orienta a técnica em Agropecuária da Emater/RS-Ascar, Mariana Brock de Oliveira.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade