Soledade e Itapuca elegem suas demandas locais para Consulta Popular

As prioridades foram para segurança pública, UERGS Botucaraí, apoio a agricultura familiar e recursos para saúde

Por Lucas Oliveira Bicudo em 16/05/2018

   

(Foto: Lucas Bicudo / ClicSoledade)
Soledade e Itapuca elegem suas demandas locais para Consulta Popular

A cidadania de Soledade e Itapuca esteve reunida para escolher as demandas para a Consulta Popular. Esta foi a quinta e última Assembleia Micro Regional, realizada na noite desta terça-feira, 15/5, no auditório do Centro Cultural de Soledade, e contou com a presença de 233 pessoas de ambos os municípios.

Coordenados pelos Comudes, os encontros têm como objetivo proporcionar que a população elenque suas prioridades para que possam ser discutidas na Assembleia Regional Ampliada e, se eleitas, constar na cédula de votação. Dos R$ 80 milhões disponibilizados pelo Governo do Estado para o processo, o Corede Botucaraí dispõe de um recurso superior a R$ 3,1 milhões.

Aberto espaço para os debates, lideranças tiveram a oportunidade de defender suas propostas. Posta em votação, os presentes elegeram quatro prioridades: viaturas para segurança pública (5 para Brigada Militar, 5 para Polícia Civil e 1 ambulância/resgate para o Corpo de Bombeiros), assim como a qualificação da estrutura da UERGS Botucaraí.

Completaram as demandas a destinação de recursos para Agricultura Familiar, com intuito de desenvolver as pequenas propriedades (aquisição de insumos, sementes, recuperação de solo, bacia leiteira), bem como dinheiro para compra de um veículo para transportar pacientes pela Secretaria Municipal de Saúde de Soledade.

A Assembleia Micro Regional de Soledade e Itapuca elegeu 8 delegados, que na Assembleia Regional Ampliada, no dia 29/5, vão defender as prioridades definidas neste encontro. Os representantes são: Flávio Batista Rodrigues, Roger Terra de Moraes, Diego Vidaletti da Silva, Jairo da Silva, Roberto Coletti, Edson Bettim, Felipe Taborda Caproski e Maurício Santos.

No Corede Botucaraí se optou por realizar Assembleias Micro Regionais. Ao todo, foram cinco encontros, contemplando os 16 municípios da região. O presidente Idioney Oliveira Vieira avalia que as reuniões foram produtivas. “Tivemos uma boa participação, com discussões propositivas, onde nosso papel foi auxiliar e orientar sobre a Consulta Popular”, aduziu.

Ao falar sobre o processo, Vieira explica que ao ser formada a cédula de votação, a população terá direito a escolher apenas uma demanda. “Esta dinâmica proporciona que haja uma mobilização de toda a cidadania. Para habilitar a demanda o município tem que atingir 6% do número de eleitores e obter 0,75% dos votos”, salientou.

A cédula de votação é específica para cada Corede, sendo que a votação vai acontecer entre os dias 26 e 28 de junho. As formas de votar serão pelo site da Consulta Popular; presencialmente, através do aplicativo disponibilizado a representantes dos Coredes e Comudes; assim como por SMS para o número a ser divulgado em breve pela coordenação da Consulta Popular.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade