Novo semáforo, já em funcionamento, atende antiga reivindicação da comunidade

Equipamento está localizado entre as esquinas da Avenida Júlio de Castilhos com a Rua Sete de Setembro

Por Lucas Oliveira Bicudo em 14/06/2018

   

(Foto: Maurício Orsolin / ClicSoledade)
Novo semáforo, já em funcionamento, atende antiga reivindicação da comunidade

Uma reivindicação antiga da comunidade soledadense foi atendida pela administração municipal. Foi instalada no cruzamento da Avenida Júlio de Castilhos com a Rua Sete de Setembro um semáforo, em funcionamento desde a última sexta-feira, 8/6. O equipamento controla o intenso tráfego de veículos naquele local, especialmente em algumas horas do dia.

De acordo com Alírio Malmann, diretor do Departamento de Trânsito, o semáforo opera nos quatro sentidos das vias. “O local registra bastante movimento devido ao crescimento no número de veículos, assim como é uma solicitação antiga dos moradores daquela região. Também vai resolver o problema de congestionamento registrado na esquina da Prefeitura”, justificou.

Atualmente, a frota em Soledade é superior a 18 mil veículos. Outras ações estão em estudos para resolver e melhorar o trânsito no município. “Temos em aberto uma licitação para contratação de um Engenheiro de Tráfego, que deverá realizar uma análise das vias para sugerir propostas que melhorem o tráfego”, observou.

As lombadas localizadas em frente ao Centro de Formação de Condutores, na pracinha do bairro Expedicionário e em frente ao Supermercado Compre Bem serão aumentadas de tamanho. Já nas proximidades do Mercado Mânica será construída uma nova lombada e a localizada em frente à Escola Júlia Lopes de Almeida será transformada em elevada.

Alírio Malmann comenta que estão aguardando a empresa vencedora da licitação iniciar as obras. “Salientamos que entre os anos de 2016 e 2017, tivemos uma redução de 37,6% no número de acidentes em Soledade, após a retirada dos controladores eletrônicos e implantação das lombadas físicas”, concluiu.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade