Recuperação do segmento entre Soledade e Espumoso está na fase final

Informação foi divulgada pelo Daer na última semana.

Por Redação em 03/07/2018

   

(Foto: Divulgação / Daer)
Recuperação do segmento entre Soledade e Espumoso está na fase final

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), vinculado à Secretaria dos Transportes por meio do Governo do Estado, está avançando na recuperação das rodovias no Norte do Rio Grande do Sul. As obras do Programa Restauro na ERS-332 (Soledade - Espumoso) e na RSC-153 (Barros Cassal - Soledade) estão em pleno andamento e a primeira estrada está praticamente concluída. Já a segunda, apresenta mais da metade dos serviços realizados.

"Essas obras mostram a força do Departamento no gerenciamento da malha rodoviária estadual. Com o apoio do governo do Estado, estamos transformando os trechos antes considerados críticos em locais com boas condições de trafegabilidade", afirma o diretor-geral do Daer, Rogério Uberti. Segundo ele, serão investidos nas duas estradas R$ 43 milhões, financiados junto ao Banco Mundial (Bird).

Cerca de R$ 22 milhões são destinados aos 38,08 quilômetros da ERS-332. Os trabalhos começaram em maio de 2017 e a rodovia conta com sinalização provisória e praticamente toda a pista renovada. Apenas 400 metros, localizados na intercessão com a RSC-153, necessitam ser finalizados. Nesse trecho, ocorrem atividades de revestimento asfáltico.

O restauro entre Soledade e Espumoso termina em breve. A próxima etapa será a instalação da sinalização definitiva. Essa intervenção irá ocorrer por meio de um novo contrato, que dispõe de elementos como placas verticais e tachas refletivas utilizadas para orientação de trânsito.

Na RSC-153, o trabalho iniciou no segundo semestre do ano passado e deve permanecer ao longo de 2018. No momento, estão sendo executadas operações de reciclagem de pavimento e colocação de capa asfáltica de concreto betuminoso usinado à quente (CBUQ) ao longo de todo segmento entre Soledade e Barros Cassal. Paralelamente, há a instalação da sinalização provisória. Mais de 50% das ações previstas no Restauro estão concluídas. Ao todo, serão aplicados R$ 21 milhões no trecho de 41 quilômetros.

O lote 12 do programa foi incluído pelo Daer no Contrato de Restauração e Manutenção de Rodovias (Crema) da região de Passo Fundo - Cruz Alta. Até 2020, a ERS-332 e a RSC-153 continuam recebendo os serviços de manutenção previstos no contrato. Eles incluem ações como roçadas e reparos na pista.

"A população do Norte do Estado pode ficar tranquila quanto a conservação desses importantes corredores rodoviários. Iremos preservar a qualidade dessas estradas que tanto contribuem para o desenvolvimento da região, favorecendo o escoamento da produção agrícola e impulsionando a economia", diz Uberti.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade