Árvores são cortadas em frente a Secretaria do Meio Ambiente de Barros Cassal

De acordo com Beatriz Castro, licenciadora ambiental, o município não tinha autorização para executar o corte

Por Redação em 16/07/2018

   

(Foto: Divulgação)
Árvores são cortadas em frente a Secretaria do Meio Ambiente de Barros Cassal

Duas árvores localizadas em frente ao prédio onde funciona a Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Barros Cassal foram cortadas na quinta-feira, 12/7. Segundo informações da bióloga Beatriz Castro, responsável por conceder as licenças ambientais, o serviço foi executado sem ter a autorização, conforme prevê a legislação.

Ela salienta que houve a supressão de um cipreste australiano (exótica) e um caboatá (nativa). “Foi cometido um crime ambiental, uma vez que não houve consentimento para tal ato, foi uma decisão do secretário do Meio Ambiente, Glênio Ferreira. Eu e meu colega Jardel estávamos em uma vistoria e quando voltamos já tinha ocorrido”, comentou.

Beatriz salienta que já foi comunicado ao Departamento de Florestas e Áreas Protegidas (Defap), em Santa Cruz do Sul, órgão ligado a Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema). “Também vou encaminhar uma denúncia ao Ministério Público, pois não podemos ser coniventes com essa ação. De que maneira vamos cobrar de terceiros se na própria Secretaria fazem errado”, assinalou.

O secretário Glênio afirma que foi feita a poda mais baixa das árvores, em razão de que estavam causando alguns transtornos. “Estava prejudicando a iluminação, assim como uma das árvores dava um fruto que caia no chão e as pessoas acabavam pisando em cima, causando muita sujeira e também o aparecimento de bichos”, justificou.

Ele informa que o serviço foi executado pelos funcionários da Secretaria de Obras e confirmou que não havia comunicado para sua equipe técnica. “Se a cada poda tivermos que pedir autorização não vamos conseguir trabalhar. Eram duas árvores de pequeno porte e que estavam no costado do prédio”, finalizou o secretário.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade