Municípios não serão mais atendidos pelo Hospital Frei Clemente sem renovação

Soledade, Mormaço e Ibirapuitã já assinaram os documentos e direção aguarda posição de Barros Cassal e Fontoura Xavier

Por Lucas Oliveira Bicudo em 20/07/2018

   

(Foto: Lucas Bicudo / ClicSoledade)
Municípios não serão mais atendidos pelo Hospital Frei Clemente sem renovação

A direção do Hospital de Caridade Frei Clemente (HCFC) está renovando os contratos com os municípios da região para prestação do serviço de pronto atendimento. Até o momento, Soledade, Mormaço e Ibirapuitã já assinaram o documento, sendo foi dado o prazo até o final desta sexta-feira (20) para Barros Cassal e Fontoura Xavier dessem sua resposta.

De acordo com o presidente Sebastião Avani da Silva, àqueles que não renovarem vão ficar sem atendimento na casa de saúde a partir de segunda-feira, 23/7. “Vamos receber somente os casos de urgência e emergência, bem como os encaminhados pelo SAMU. A equipe faz a triagem, ou seja, os demais casos serão mandados embora”, afirmou.

Ele salienta que a população destes municípios não vão poder utilizar de serviços do pronto atendimento, assim como cirurgias, obstetrícia, exames, entre outros. “O custo de manutenção é muito alto, onde somente com médicos o valor chega a R$ 280 mil/mês, sem contabilizar o material e demais profissionais que trabalham no PA”, pontuou.

Conforme acordo fechado, ficou estabelecido que os municípios vão pagar R$ 3,74 per capita, exceto Soledade, onde o valor será de R$ 4,00, até dezembro de 2018. “Os valores a serem pagos por cada um deveria ser maior para poder cobrir os custos dos serviços prestados. A média mensal de atendimentos no pronto atendimento é de 4,8 mil pessoas”, informou.

Com relação aos demais municípios que tinham convênio com o Hospital de Caridade Frei Clemente, Tio Hugo firmou com Passo Fundo e Lagoão com Espumoso.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade