Benfeitorias do Fundo Social do Sicredi começam a acontecer

Em Soledade o grupo de voluntárias “Naninhas do Bem” já adquiriu a nova máquina de costura para facilitar e agilizar a produção.

Por Redação em 24/08/2018

   

(Foto: Divulgação / Sicredi)
Benfeitorias do Fundo Social do Sicredi começam a acontecer

Os primeiros frutos das destinações do Fundo Social 2018 da Sicredi Botucaraí RS já estão sendo colhidos. Em Soledade o grupo de voluntárias “Naninhas do Bem”, que teve projeto aprovado pela cooperativa de crédito, já adquiriu a nova máquina de costura para facilitar e agilizar a produção das “Naninhas”, que são travesseiros que servem de alento para crianças e adultos que se encontram em enfermidade.

Conforme a coordenadora do projeto, Carmem Bones, nos dois anos que o grupo existe já foram produzidas mais de 300 Naninhas, com o objetivo inicial de ser entregues para crianças que contraíram Câncer. Porém, Carmem conta que o gesto (e a necessidade) aumentou, e que o grupo passou a entregar o utensílio para adultos na mesma situação e pessoas com doenças mais graves.

Há alguns meses as voluntárias estiveram no Centro de Oncologia e Hematologia do Hospital da Cidade, em Passo Fundo, onde entregaram cerca de 80 unidades. “Todas as entregas foram apenas para adultos com a doença, e a emoção deles em receber uma Naninha foi tão grande, quanto entregamos para crianças”, comenta Carmem sobre a reação dos pacientes com o gesto de carinho com eles.

O Projeto Naninhas do Bem, de Soledade, iniciou em 2016, quando a coordenadora Carmem trouxe a ideia de outro Estado, ao visitar uma parente que estava com Câncer e mostrou o boneco, feito de pano e fibra, que tinha ganhado. Hoje o grupo de mulheres solidárias, que tem sua produção junto à Igreja Matriz da cidade, conta com cerca de 16 voluntárias, que se reúnem todas as quartas-feiras para a confecção das Naninhas.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade