Curso Superior de Odontologia

Odontologia é um dos cursos que mais forma profissionais anualmente no Brasil.

Por Bruno Quevedo em 04/12/2009

   

nao. (Foto: Bruno Quevedo)
Curso Superior de Odontologia

Uma das áreas mais antigas, a Odontologia forma um profissional que atuará na área da saúde, que tratará das condições bucais da população.

O Curso de Odontologia dura em média de quatro a cinco, dependendo da instituição, e o currículo contempla as disciplinas de Anatomia, Histologia, Embriologia, Bioquímica, Ética e Sociologia, dentre outras. Em média, o investimento, em instituições particulares, varia entre R$1.000 e R$2.000.

O Dentista ou Odontólogo é o profissional responsável pelo tratamento e diagnóstico dos problemas bucais. O dentista estuda dentes, gengivas, bochechas, lábios, língua e as diversas doenças que podem acontecer na arcada dentária. Cabe a ele, também extrair (arrancar) dentes, restaurar dentes, planejar, diagnosticar, ajudar a construir e instalar aparelhos dentários, além de fazer limpeza profissional de dentes e gengiva, usando aparelhos específicos e substâncias, como flúor e bicarbonato de sódio.

Uma curiosidade do curso de odontologia que muitos não sabem, é que além das suas atribuições tradicionais, os dentistas também podem ajudar outros profissionais de saúde identificando, através do exame das bocas dos pacientes, doenças do sistema digestivo e doenças como a AIDS, que costumam abrir feridas características e deixar mau hálito.

O Curso de Odontologia

O início do curso de odontologia é bem parecido com o início do curso de Medicina, o aluno aprende as bases da anatomia, fisiologia. No segundo ano o curso em geral já começa a tomar o rumo da especialização, o aluno passa a fazer experiências em bonecos ou então em peças de anatomia. No terceiro ano do curso de odontologia o aluno já tem experiência e passa a tratar de pacientes.

Carreira de Dentista: Aspectos Favoráveis

As melhores oportunidades para os dentistas hoje no Brasil, são as cidades pequenas e médias do interior, nelas há um bom espaço para se montar consultórios odontológicos e também bons empregos em hospitais e prefeituras. Nas grandes cidades o mercado está saturado.

Carreira de Dentista: Aspectos Desfavoráveis

O ponto negativo da carreira é a competição. Odontologia é um dos cursos que mais forma profissionais anualmente no Brasil.

Confira alguns currículos do Curso de Odontologia

Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Universidade de Passo Fundo - UPF

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS

Entrevista com José Elias Massabiki

Conhecido como Zuza (segundo ele, já nasceu com o apelido), o Cirurgião-Dentista José Elias Massabki formou-se em Odontologia, pela UPF, no ano de 1983, fez Especialização em Prótese, pela Universidade Federal de Pelotas - UFPEL -, é Pós-graduado em Estética, pela Universidade de São Paulo - USP -, possui Especialização em Periodontia, pela UPF, Pós-graduação em Prótese sobre Implante, pelo Centro Especializado em Oncologia e hematologia - CEON -, Master em Periodontia, cirurgias plásticas e estéticas gengivais, é Mestrando em Implante, pela São Leopoldo Mandic e possui formação cirúrgica pela Universidade de Gotemburgo, na Suécia. Participou de mais de 60 Congressos, tanto nacionais quanto internacionais.

Clic - Como foi o início da sua carreira?
Zuza -
Iniciei em 1985 com o consultório, depois comecei a trabalhar na Coagrisol, no posto de Mormaço, hoje tenho só a Clínica.

Clic - Porque você optou pelo curso?
Zuza -
Foi uma escolha aleatória. Um amigo fez e eu resolvi seguir também. Eu sabia que queria seguir na área da saúde, mas não especificamente qual curso, aí fiz o vestibular para Odontologia e em segunda opção, Medicina.

Clic - Como era o Curso de Odontologia?
Zuza -
Na época o curso tinha duração de quatro anos, era em turno integral, manhã, tarde e noite e ainda havia o plantão que fazíamos no Hospital São Vicente, de 24 horas. Você sai habilitado para clínica geral e é um curso muito prático, além de ser um curso difícil.

Clic - Como era o currículo de Odontologia?
Zuza -
Nós fazíamos muitas cadeiras fora do currículo, em média cinco por semestre, como filosofia, ética, disciplinas que não são da área, mas que depois sempre usamos. O currículo é extremamente voltado para a Odontologia. Tínhamos algumas disciplinas mais difíceis como Dentística, que inclusive o nosso professor era o atual Reitor da UPF, hoje. Acho que o curso da época em que eu me formei era mais voltado pra área, mas mesmo assim o tempo passou, tudo evoluiu, inclusive a Odontologia, por isso fiz tantos cursos de especialização, para poder acompanhar as mudanças, já que a Odontologia da época era uma, hoje é outra.

Clic - Você acha que o currículo forma bons profissionais?
Zuza -
Qualquer faculdade dá apenas o pontapé inicial pra você se tornar um profissional. Com a faculdade de Odontologia não é diferente. O currículo poderia até ser estendido, pois a Odontologia congrega diversas áreas e talvez o curso com maior duração pudesse melhorar a formação.

Clic - Como é o mercado de trabalho na área?
Zuza -
É complicado, porque temos muitos dentistas para poucas pessoas, no caso, falando de Soledade. Temos 40 dentistas para uma cidade de 29 mil habitantes. É um número alto. No início sempre é difícil de começar a trabalhar, mas se você vai para uma cidade pequena, onde se precisa de profissionais da área, você consegue um bom emprego. Para montar um consultório é mais simples, porém tem um alto custo, pois envolve muitos equipamentos e acessórios. Eu diria que com menos de R$ 35 ou 40 mil você não consegue montar um bom consultório hoje, sem falar que não se pode adquirir muitos equipamentos, pois a tecnologia sempre está mudando.

Clic - Dentro desse contexto, você acha que a profissão é valorizada, tem uma boa remuneração?
Zuza -
O salário médio de um dentista hoje é de R$ 1000, que não supre o valor que investimos na faculdade. Após você montar um consultório, ter uma certa estabilidade, você consegue um bom padrão de vida, isso é verdade. Mas mesmo assim acho que a profissão não é valorizada.

Clic - Você escolheria outra profissão?
Zuza -
Não me vejo fazendo outra coisa. E se escolhesse outra, acho que não faria tão bem como faço.

Clic - A rotina de um dentista é cansativa?
Zuza -
Quem faz o que gosta só se diverte. A rotina não é nenhum pouco cansativa, na verdade, é mais prazerosa do que cansativa e ainda sobra tempo para o lazer e a família, é só uma questão de organização.

Clic - No caso de um professor, ele precisa estar preparado e planejar para dar a sua aula. Na sua profissão, precisa algum planejamento prévio?
Zuza -
Com certeza. Antes de alguma cirurgia temos que repassar tudo mentalmente, passo a passo, inclusive, estudar os melhores métodos e materiais que serão usados.

Clic - Já aconteceu algum imprevisto durante um atendimento?
Zuza -
Sim, não estamos livres de pequenos acidentes e imprevistos, sendo que manusear os aparelhos não é fácil. Pacientes que desmaiam e a falta de escovação por parte dos pacientes é o que mais acontece.

Clic - Qual área, dentro da Odontologia, você considera que está em alta?
Zuza -
Acho que a parte da Estética é uma área interessante e que está em desenvolvimento, mas há muitas áreas boas e que podem dar retorno. Depende de cada um, é muito pessoal.

Clic - Que mensagem você deixa para aqueles que pretendem seguir na Odontologia?
Zuza -
Acho que, independente de qualquer curso, você deve se dedicar sempre, estudar e fazer o melhor, para que você se torne um bom profissional que vá dar um bom atendimento e tratamento ao seu cliente. A carreira da Odontologia é muito boa, prazerosa, mas para quem gosta.

Uma profissão difícil, da área da saúde e que necessita de bons profissionais.

Boa sorte, se é o que você escolheu!

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade