Hospital de Caridade Frei Clemente recebe doação em dinheiro do judiciário

Valor foi de R$ 2.423,14 e é oriundo de máquinas caça-níqueis que foram apreendidas pela Polícia Civil em 2007

Por Lucas Oliveira Bicudo em 19/09/2018

   

(Foto: Lucas Bicudo / ClicSoledade)
Hospital de Caridade Frei Clemente recebe doação em dinheiro do judiciário

O Poder Judiciário fez a doação de R$ 2.423,14 para o Hospital de Caridade Frei Clemente (HCFC) de Soledade. A entrega simbólica foi realizada na manhã desta quarta-feira, 19/9, onde este valor estava em máquinas caça-níqueis que foram apreendidas em 2007 pela Polícia Civil e que, por decisão do judiciário, foi repassado a casa de saúde local.

O juiz José Pedro Guimarães salienta que o hospital sempre deve ser lembrado pelas instituições e poderes constituídos. “É naquele local onde se trata, cuida e muitas vezes salva a vida de muitas pessoas. Então iniciativas que qualquer ordem são sempre muito bem-vindas para continuidade do bom atendimento que ali é prestado”, aduziu.

Jader Ribeiro Duarte, delegado titular da 24ª DPR, afirma estar satisfeito em ver que o recurso oriundo da contravenção pode ser revertido em prol da comunidade. Já o presidente e a tesoureira da casa de saúde, Sebastião Avani da Silva e Thelma Danassolo, respectivamente, disseram que toda a doação é sempre fundamental e necessária.

Guimarães, que integra a Comissão de Ações Comunitárias em prol do HCFC, lembra que desde outubro de 2017, com o atraso na folha de pagamento dos funcionários, iniciaram iniciativas para ajudar o hospital. “Foi realizado um financiamento no valor de R$ 300 mil para quitação dos salários e desde então diversas contribuições pela comunidade foram feitas”, pontuou.

Todo o recurso arrecadado pelas doações foram utilizados na amortização do débito com o banco, restando pagar algo em torno de R$ 40 mil, segundo o juiz. “Deste montante, também foi adquirido e quitado o automóvel que será sorteado na semana do município, em março de 2019, juntamente com a realização do Leilão Solidário”, finalizou o magistrado.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade