Projeto “Emolumentos Voluntários” é lançado pelo judiciário de Soledade

Ação vai beneficiar o Hospital de Caridade Frei Clemente por meio de alocação de recursos a título de doação

Por Lucas Oliveira Bicudo em 04/10/2018

   

(Foto: Lucas Bicudo / ClicSoledade)
Projeto “Emolumentos Voluntários” é lançado pelo judiciário de Soledade

O poder judiciário, por intermédio do diretor do Foro da Comarca de Soledade, juiz José Pedro Guimarães, lançou o projeto “Emolumentos Voluntários”. A formalização aconteceu na manhã desta quarta-feira, 3/10, no Salão do Júri, e a iniciativa vai beneficiar o Hospital de Caridade Frei Clemente por meio de alocação de recursos a título de doação.

O funcionamento do projeto se dará da seguinte maneira, no momento em que a pessoa for até um cartório, seja ele notarial ou registral, ao pagar os emolumentos será oferecido cartelas bônus nos valores de R$ 1,00, R$ 5,00 e R$ 10,00. “São doações voluntárias em quantias módicas mas que no conjunto se tornam significativas e podem auxiliar o hospital”, salientou o magistrado.

Todos os municípios pertencentes a 54ª Zona Eleitoral vão ser convidados a se engajar na iniciativa, ou seja, Barros Cassal, Fontoura Xavier, Ibirapuitã, Mormaço, São José do Herval e Soledade. A realização desta ação conta com a autorização da Corregedoria Geral do Estado, onde o juiz salienta que se dará com rigor absoluto de transparência.

Guimarães pontua que os registradores e notários vão prestar contas a direção do Foro periodicamente dos valores recolhidos. “E nós repassaremos ao Hospital de Caridade Frei Clemente, sempre dando bastante publicidade. Cabe lembrar que está é parte de várias iniciativas que vem sendo feitas em prol de nossa casa de saúde”, assinalou.

Por fim, o magistrado destaca que no final do ano será realizado um balanço geral para análise da adesão popular e êxito da campanha. “Visamos o equilíbrio econômico/financeiro de nosso hospital para que continue prestando os relevantes serviços em saúde pública e que possamos cada vez mais estrategicamente qualificar o serviço de saúde prestado”, concluiu.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade