Chapa de oposição da OAB/RS conversa com advogados em Soledade

Denominada “OAB em Frente”, na ocasião os representantes apresentaram suas propostas para comandar a entidade

Por Lucas Oliveira Bicudo em 05/10/2018

   

(Foto: Lucas Bicudo / ClicSoledade)
Chapa de oposição da OAB/RS conversa com advogados em Soledade

Os integrantes da chapa de oposição a diretoria da OAB/RS estiveram em Soledade para conversar com os advogados da Subseção local na quarta-feira, 3/10. Os pré-candidatos a presidência, Paulo Petry, e a vice-presidência, Luciane Toos, apresentaram suas propostas para comandar a entidade, caso eleitos.

Petry salienta que vão trabalhar com quatro eixos estruturantes. “Discussão democrática, estando a OAB atenta para o que está acontecendo na sociedade. Também trabalhar com transparência, sendo que o terceiro eixo é a diversidade, seguido do último ponto que é a defesa das prerrogativas profissionais”, pontuou.

O pré-candidato deu ênfase a formação de uma chapa paritária. “Hoje a classe tem uma representatividade de mulheres que alcança quase metade dos profissionais, a presença feminina tem que ser proporcional. Outro ponto é que existem mais advogados negros e negras do que 10 anos atrás, e isso também precisa se expressar nos quadros de representação da advocacia”, aduziu.

Luciane lembra que a atual direção ocupa há 12 anos a direção da OAB/RS e tem tido a mesma atuação ao longo deste período. “Não tem se preocupado com os problemas novos da advocacia. Nossa proposta é de mudança, e muito mais do que isso, é colocar a OAB para frente, olhar para o futuro da classe e trabalhar nesse sentido”, garantiu.

Sobre as visitas as Subseções, a pré-candidata a vice-presidência diz que a receptividade tem sido muito boa. “A frase clássica que ouvimos é: nós estamos abandonados pela OAB. A advocacia precisa permanentemente se sentir solidarizada para poder trabalhar e saber que tem um órgão que vai lhe defender quando o judiciário extrapolar o seu poder. OAB é muito centralizada, não tem uma política de acolhimento de demandas do interior e isso nós queremos mudar”, finalizou.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade