Militares do Corpo de Bombeiros de Soledade participam de treinamento

Quatro militares participaram da atualização em resgate veicular que foi ministrado entre os dias 10 e 11 outubro, em Erechim

Por Redação em 18/10/2018

   

(Foto: Divulgação)
Militares do Corpo de Bombeiros de Soledade participam de treinamento

Buscando qualificar a equipe do Corpo de Bombeiros de Soledade, quatro militares participaram de uma atualização em regate veicular. O treinamento aconteceu entre os dias 10 e 11 de outubro, em Erechim, quando os profissionais puderam aprimorar técnicas e táticas para agilizar o atendimento as vítimas em acidentes de trânsito.

Ao todo, 52 bombeiros estiveram participando do curso, sendo que de Soledade estiveram presentes o Sargento Berton e os soldados Jakson, Grando e Moura. “A atualização se torna importante, pois, conforme estudos, pacientes que receberam atendimento adequado e definitivo em menos de uma hora após o trauma, apresentaram uma sobrevivência mais alta do que aqueles que receberam este atendimento após uma hora”, comenta Berton.

Ele salienta que a atividade de salvamento veicular é complexa e com risco a vida dos profissionais e demais condutores e pedestres. “Esse trabalho exige da equipe uma atuação técnica, com domínio da situação sob stress pela urgência do tempo, presença de curiosos, familiares, riscos proporcionados pelo acidente e o próprio ambiente e a pressão emocional em função a ânsia de salvar uma vida”, assinalou.

Sargento Berton finaliza dizendo ser importante que a equipe de salvamento do Corpo de Bombeiros tenha uma doutrina de conhecimentos. “Como as estruturas automotivas, conhecimento das rotinas que envolvem o salvamento veicular, uma capacidade decisória para as técnicas a serem empregadas e o aperfeiçoamento em trabalhar em equipe”, concluiu.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade