Seduc abre inscrições para contratos emergenciais na rede pública estadual

Prazo vai do dia 31 de janeiro a 7 de fevereiro e as vagas são para cadastro temporário de professores e funcionários de escola

Por Lucas Oliveira Bicudo em 30/01/2019

   

(Foto: Arquivo / ClicSoledade)
Seduc abre inscrições para contratos emergenciais na rede pública estadual

A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) abriu inscrições para contratação emergencial de professores e funcionários de escola e o prazo vai do dia 31/1 a 7/2. O edital foi publicado no Diário Oficial nesta quarta-feira, 30/1, e as vagas são para cadastro temporário de professores e funcionários de escola.

Os interessados podem se inscrever pelo site da Secretaria da Educação (www.educacao.rs.gov.br) ou diretamente nas Coordenadorias Regionais de Educação (CREs), das 9h às 11h 30min e das 14h às 17h. Os candidatos poderão se inscrever, no máximo, em dois municípios, e serão classificados em suas habilitações, para as Áreas do Conhecimento de acordo com a documentação apresentada.

O cadastro é destinado a professores(as) das Áreas do Conhecimento e Habilitações da Educação Básica nas suas Etapas e Modalidades e da Educação Profissional. Já para os servidores de escola, as inscrições são destinadas aos cargos de: Técnico Agrícola e Agente Educacional I – Manutenção de Infraestrutura e Alimentação e Agente Educacional I – Manutenção de Infraestrutura e Alimentação/Escolas Indígenas.

Na 25ª Coordenadoria Regional de Educação, que tem sede em Soledade, existem vagas para os 18 municípios de abrangência. Confira neste link a lista das áreas do conhecimento disponíveis para professores, bem como a relação dos cargos existentes para funcionários de escola na região. Todas as informações a respeito podem ser consultadas nos editais para professores e servidores.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade