Alunos da Rede Pública de ensino retornaram às aulas nesta quarta-feira (20)

No Estado, as mais de 2,5 mil instituições de ensino receberam cerca de 900 mil estudantes.

Por Redação em 20/02/2019

   

(Foto: Camila Peres / ClicSoledade)
Alunos da Rede Pública de ensino retornaram às aulas nesta quarta-feira (20)

Os alunos das escolas estaduais do Rio Grande do Sul retornam às aulas nessa quarta-feira (20). As mais de 2,5 mil instituições de ensino receberam cerca de 900 mil estudantes, divididos em 480 mil no Ensino Fundamental, 300 mil no Ensino Médio, 35 mil na Educação Profissional e 85 mil na Educação de Jovens e Adultos (EJA), entre outros.

Segundo nota divulgada pela Secretaria de Educação, a Rede Estadual de Ensino inicia 2019 com os repasses financeiros em dia, referentes ao Peate (Programa Estadual de Apoio ao Transporte Escolar), alimentação escolar e Autonomia Financeira, valor encaminhado mensalmente às escolas para a manutenção e compra de materiais. Isso garante que as principais despesas que afetam a rotina diária das instituições de ensino estejam normalizadas.

O secretário da Educação, Faisal Karam, ressalta a importância do compromisso com a educação mesmo diante das dificuldades financeiras enfrentadas em âmbito estadual. “A volta às aulas é um momento especial para todos nós, especialmente para a comunidade escolar gaúcha. Estamos trabalhando para colocar a educação do Rio Grande no patamar que merece. Isso só será possível por meio de ações por parte do poder público e um trabalho integrado com toda a rede de educadores”, afirma.

Matrículas

Os estudantes que perderam todos os prazos para realizar a matrícula terão mais uma oportunidade: até o dia 29 de março, o gerenciamento das vagas será feito diretamente nas escolas da rede pública estadual.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade