Ibirapuitã também confirma casos de raiva herbívora no interior do município

Conforme informações da Inspetoria de Defesa Agropecuária de Soledade, até momento foram registrados óbitos de dois bovinos

Por Lucas Oliveira Bicudo em 10/04/2019

   

(Foto: Ilustração)
Ibirapuitã também confirma casos de raiva herbívora no interior do município

Ibirapuitã também confirma casos de raiva herbívora no interior do município. Os laudos dos exames realizados pelo Instituto de Pesquisa Veterinárias Desidério Finamor (IPVDF) foram recebidos na tarde desta quarta-feira, 10/4, e apresentaram resultado positivo. Conforme a Inspetoria de Defesa Agropecuária de Soledade foram registrados óbitos de dois bovinos.

As mortes ocorreram na comunidade de Passo da Laje, interior do município. “Esta localidade fica próxima de furnas que já temos cadastradas. Se o produtor localizar ou souber de mais refúgios de morcegos, peço que nos comuniquem para que possamos verificar e mapear”, assinalou Isadora Correa, médica veterinária Inspetoria de Defesa Agropecuária.

Ela comentou que na tarde de quarta-feira (10), servidores da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR) está na região. Eles estão identificando refúgios, bem como realizando o controle dos morcegos hematófagos, principal transmissor desta zoonose para os bovinos e equinos.

Isadora pontua que até o momento são somente estes dois óbitos, sem notícias de mais ocorrências. “Porém é importante que os produtores mantenham os cuidados e vacinem seu rebanho. Este alerta vale especialmente para os municípios de Ibirapuitã, Nicolau Vergueiro, Tio Hugo, Mormaço e Soledade”, observou.

Outra recomendação é que se algum animal apresentar as sintomatologias da doença deve ser chamado um médico veterinário. Os principais sintomas são salivar bastante, perda motora, especialmente dos membros posteriores, agressividade, ficar somente deitado, não se alimentar.

De acordo com Marlene de Souza Moraes, coordenadora da Vigilância em Saúde, ainda quando se tinha suspeita, a equipe já vacinou as pessoas que tiveram contato com os animais doentes. “Agora com o resultado positivo, aguardamos as orientações da 6ª Coordenadoria Regional de Saúde. Mas os cuidados são evitar contato com a saliva”, finalizou.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade