Conselho Tutelar realiza reunião sobre 8º Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente

Um dos temas mais tratados e discutidos, foi a participação da família como base de uma boa educação para crianças e adolescentes.

Por Bruno Quevedo em 15/12/2009
nao. (Foto: Bruno Quevedo)
Conselho Tutelar realiza reunião sobre 8º Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente

A 8ª Conferência dos Direitos da Criança e do Adolescente, que aconteceu de 07 a 10 de dezembro, em Brasília, Centro de Convenções Ulysses Guimarães, teve três etapas distintas, nas quais municípios e estados, a partir de um diagnóstico de suas realidades, debateram as estratégias para promoção, proteção e defesa dos direitos de meninos e meninas.

Vera Freitas, de Soledade, foi escolhida a delegada que representou todo o Estado na Conferência. Com o objetivo de divulgar e explicar os pontos relevantes da Conferência, aos componentes do Conselho Tutelar e COMDICAS - Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente -, a delegada esteve participando, hoje, no Salão Azul da Prefeitura Municipal, de uma reunião, que pretenderá traçar as diretrizes e projetos que venham a melhorar a situação na cidade de Soledade.

Segundo Vera, a participação na Conferência foi muito proveitosa, uma vez que discutiu cinco eixos concernentes à problemas que crianças e jovens enfrentam: promoção e universalização de direitos em um contexto de desigualdade; proteção e defesa no enfrentamento das violações de direitos humanos de crianças e adolescentes; fortalecimento do sistema de garantias de direitos; participação de crianças e adolescentes em espaços de construção da cidadania e, por último, a gestão política.

Citou ainda, que o Estado saiu na frente, pois já foi para a Conferência Nacional com tudo preparado e organizado e que um dos temas mais tratados e discutidos, foi a participação da família como base de uma boa educação para crianças e adolescentes.


   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade