Festa do centenário colorado leva multidão ao Beira-Rio

Ivete Sangalo levantou bandeira do Inter no palco e foi a grande atração da noite.

Por Bruno Quevedo em 18/12/2009

   

nao. (Foto: Mauro Vieira)
Festa do centenário colorado leva multidão ao Beira-Rio

por Tatiana Lopes

Os 100 anos do Inter, comemorados neste ano de 2009, não poderiam ter sido celebrados em outra data, senão o dia 17 de dezembro, o dia da conquista do maior título, o Mundial de Clubes, em 2006.

Um grande evento musical no Estádio Beira-Rio reuniu milhares de colorados por uma só causa: o Inter. De acordo com o site oficial do Inter, mais de 45 mil colorados vibraram nas 12 horas de festa.

Os portões foram abertos às 13h, com som ambiente com DJ tocando músicas da torcida. Desde cedo o público entrou no clima. O primeiro show do dia foi da banda Ataque Colorado. Depois, Thedy Corrêa, do Nenhum de Nós, subiu ao palco. Enquanto isso, os torcedores continuavam chegando para a festa.


Na área vip, circulavam jogadores e ex-jogadores, além de dirigentes e mais torcedores. O vice de futebol do Inter, Fernando Carvalho, se mostrou otimista para o ano de 2010, em que o clube disputa a Libertadores e tem chances de voltar ao Mundial.

– É maravilhoso estar nesta festa, com artistas populares brasileiros, a torcida toda presente, e eu muito orgulhoso de fazer parte dessa história e de ser um colorado acima de tudo - disse Carvalho.

– Vamos nos preparar bem para buscar esses títulos que são tão almejados pelos colorados - completou.

O jogador Danny Morais esteve presente na festa. Ainda sem saber qual será o seu futuro, já que tem proposta para ir para o Vasco, o zagueiro comentou sobre sua lembrança mais marcante como colorado.

– Melhor do que acompanhar as conquistas é participar delas, e a minha mais marcante foi o título da Copa Sul-Americana, onde pude jogar a final. Mas participei de Libertadores, Mundial, então eu não poderia ficar de fora de uma festa dessas – disse.

O ex-jogador Claudiomiro, que foi hexa-campeão gaúcho com o Inter, ganhando todos os títulos em cima do Grêmio, também comentou sobre sua principal lembrança:

– O que mais me marcou foi o primeiro gol que fiz no Beira-Rio, no dia 6 de abril de 1969 – recordou, se referindo ao gol marcado contra o Benfica, de Portugal, na vitória colorada por 2 a 1 naquele ano.

E na festa, outros músicos subiam ao palco para se apresentar. Fafá de Belém agitou a galera com a música "Vermelho". Depois, Zeca Pagodinho fez o público sambar no Beira-Rio. A noite ia se aproximando, e o show m