Presentes: até R$ 20

Sugestões de presentes bacanas e que são uma pechincha

Por Redação em 21/12/2009
nao. (Foto: Divulgação)
Presentes: até R$ 20

O orçamento ficou curto e sobrou R$ 20 na carteira pra comprar o último presente que falta colocar embaixo da árvore de natal? Não se desespere. Existem muitas coisas baratas e superlegais para se dar nesta época do ano. E o melhor: nunca é difícil de encontrá-las.

Veja essa lista e não se perca na hora de escolher:

Cervejas importadas

Para os homens da família, que passam o ano inteiro tomando nossas cervejas nacionais. Neste final de ano, você consegue comprar até três latas de uma mesma cerveja importada por até R$ 20. Seja criativo. Escolha uma Red Ale, ótima para ser tomada com uma carne, ou então uma Stout escura, que deve ser guardada até o inverno, quando a temperatura estiver ideal.

Toalhas de mesa

Presente para a mãe ou para a avó. Dê uma toalha de mesa bem bonita, e decore ainda mais o almoço do dia 25. Vai dizer que você nunca ouviu sua mãe reclamando que as toalhas dela estão todas caindo aos pedaços?

Livros de bolso

Livros estão caríssimos, mas há diversos títulos de banca que custam menos que R$ 20. Existem histórias em quadrinhos de bolso, clássicos da literatura, os melhores autores da década passada. E o melhor: são fáceis de carregar o ano inteiro. Porque livro é pra se ler, não para deixar na estante.

Jogo de canetas

Aposente a caneta BIC do seu melhor amigo. Compre uma caneta tinteiro, ou então uma que tenha refil que possa ser trocado. Caneta é útil e quase nunca está a mão. Já reparou como elas somem em gavetas, nas mesas de escritório, e nunca aparecem quando você mais precisa de uma delas?

Estojo de maquiagem

Sua esposa acorda cedo, faz seu café da manhã, leva as crianças na escola, passa o dia no escritório e você ainda reclama daquele pequeno pé de galinha que está começando a surgir ao lado de um dos lindos olhos dela? Acorda, rapaz. Tire ela dessa rotina horrível, ou então no mínimo dê a ela um estojo de maquiagem. Mas cuidado, outros homens podem achá-la linda, e querer roubá-la de você.

Roupas de baixo

Essa é clássica. Não sabe o que dar de natal? Dê uma cueca ou um jogo de meias pro papai. Escolha uma lingerie bonita para sua namorada, esposa ou mãe. Natal é uma ótima época para renovar a gaveta de roupas de baixo, tirar as furadas e desbotadas lá do fundo e preencher com outras novinhas.

Bichos de pelúcia

Para crianças ou para mulheres românticas, bichinhos de pelúcia são presentes incríveis. São fofos, aconchegantes e é ótima forma da pessoa presenteada guardar boas lembranças suas. Pode ser cachorrinho, gatinho, ursinho, sapinho, joaninha, personagem de cinema. Não importa. Escolha aquele que mais tem a ver com a personalidade da pessoa amada.

Visite um sebo

Além de livros, discos também estão caríssimos em lojas. Uma visita no sebo pode resolver isso. Com R$ 20 dá pra sair de lá com presentes para toda a família. Com um pouco de esforço você consegue encontrar pechinchas, edições raras, discos de vinil novíssimos, DVDs que foram assistidos apenas uma vez, e, para os saudosistas mais nerds, até jogos de videogame antigos. Visite o sebo, aproveite e presenteie a si mesmo também.

Sabonetes artesanais

Saia da rotina e ofereça um banho diferente para alguém. Escolha um sabonete com uma alta concentração de hidratante, ou então algum com um esfoliante poderoso. Você também pode optar por sabonetes líquidos ou sais de banho, perfeitos para usar em banheiras.

Porta CDs

Se você conhece alguém que ainda compra CDs, ou que tem a mania de gravar tudo o que baixa na internet, o porta CD ainda é um utensílio muito útil. Você pode optar pela torre para guardar discos em casa, ou pelo case para colocar os CDs no carro. Por esse preço dá até para encontrar um que seja resistente à impactos leves.

Fonte: ig.com.br

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade