Programa D’Olho na Propriedade Rural capacita mais uma turma em Soledade

Iniciativa tem objetivo de qualificar, aumentar a produtividade e melhorar a gestão da propriedade rural

Por Redação em 11/11/2019

   

(Foto: Divulgação )
Programa D’Olho na Propriedade Rural capacita mais uma turma em Soledade

Mais nove famílias de Soledade concluíram o curso D’olho na Propriedade Rural, que tem objetivo de levar qualificação, aumentar produtividade e melhorar a gestão da propriedade rural. No dia 6/11 houve o encerramento com entrega dos certificados e a iniciativa é um convênio do Sicredi em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Soledade e Sebrae.

A consultora Juliana Krupp é quem fez a capacitação, que apresenta como proposta uma consciência para uma gestão eficiente da empresa rural. A primeira estratégia é a melhoria do seu ambiente físico e social, bem como a aplicação a filosofia dos 5S na empresa rural, combatendo o desperdício otimizando os recursos, melhorando o bem-estar físico, mental e social.

Nesta edição do programa participaram as famílias de Elemar e Angela Parizotto, Mateus e Grazi Magnante, Valdeni Hoffmann de Morais e Maristela Brandão de Morais, João Eraldo Rodrigues de Morais e Jovani da Silva Borges (comunidade Margem São Bento), Eduardo Ceccon (localidade Campo dos Lautert), Jesus Cassiano e Daiane de Oliveira (comunidade Linha Curuçu), Lindomar Otoni Preto e Bruna Parisotto (Comunidade Rincão do Bugre), Jair Kunh Pimentel e Rita de Cássia Tonin Pimentel (Comunidade Margem São Bento) e Eduardo da Cruz Walendorff e Natália de Melo Goulart (comunidade Rincão do Araçá).

Participaram do evento os gerentes das agências de Soledade, Elmar Kullmann e Alexandre Gradaschi Neto e a Gerente Regional de Desenvolvimento, Cátia Silveira Fernandes e o Gestor de Projetos de Agronegócio do Sebrae Planalto, Thales da Rocha Flores.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade