Yeda leva solidariedade a Agudo e acompanha resgate de vítimas de queda de ponte

Por Redação em 05/01/2010
nao. (Foto: Jefferson Bernardes / Palácio Piratini )
Yeda leva solidariedade a Agudo e acompanha resgate de vítimas de queda de ponte

Depois de sobrevoar os municípios atingidos pelas fortes chuvas na região Central do Estado, nesta terça-feira (5), a governadora Yeda Crusius pousou em Agudo, onde vistoriou o trabalho de resgate das pessoas que estavam em uma ponte que caiu sobre o rio Jacuí, na RSC-287. Yeda levou solidariedade às vítimas dos temporais e disse que acompanhou desde as primeiras horas do dia as ações de auxílio do governo. "A população deve saber que aqui está todo o Estado. Foi um fato muito triste o que aconteceu hoje", lamentou.

"Estamos rezando para encontrar mais sobreviventes", prosseguiu a governadora, que viajou acompanhada de secretários de Estado. À população, recomendou que não trafegue em locais de enchentes e afirmou que a prevenção é o elemento principal contra os eventos climáticos adversos que atingem o Rio Grande do Sul. "No dia 14 de janeiro, o Fórum de Mudanças Climáticas vai propor algumas ações de prazo imediato", informou. O Fórum ocorrerá em Porto Alegre.

Também foram citadas pela governadora algumas medidas do governo gaúcho, como a compra de duas dezenas de escavadeiras hidráulicas para o desassoreamento de rios. "Temos que refazer a mata ciliar e retirar a população ribeirinha de áreas de risco", enfatizou. A partir desta quarta-feira (6), o Daer vai analisar a reconstrução da ponte em Agudo. "Tudo o que pode ser colocado à disposição da população neste momento está sendo colocado", frisou Yeda, que também esteve acompanhada dos prefeitos de Agudo, Santa Maria e Paraíso do Sul.

A governadora levantou ainda a possibilidade de instalação de uma ponte típica do Exército para substituir temporariamente a estrutura que desabou. "Se for possível, será colocada", afirmou. De acordo com Yeda, os prefeitos são orientados pela Defesa Civil para fazer rapidamente um relatório sobre os danos causados pelas chuvas. "Não podemos esperar por burocracia", disse a governadora.

Para o atendimento de demandas causadas pelas chuvas de novembro, cada prefeitura que teve registro da Defesa Civil autorizado pelo Ministério da Integração Nacional terá R$ 500 mil. Aproximadamente 200 municípios estão enquadrados. "Todas as ações junto ao governo federal serão feitas. O que o governo do Estado puder adiantar vai fazê-lo", finalizou a governadora.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade