Estado vai investir para assegurar crescimento de 4,5% à economia gaúcha

Por Redação em 09/01/2010
nao. (Foto: Jefferson Bernardes / Palácio Piratini )
Estado vai investir para assegurar crescimento de 4,5% à economia gaúcha

Em trabalho de inspeção a obras de saneamento da Corsan nos municípios de Viamão, Alvorada, Sapucaia do Sul e Esteio, onde estão sendo aplicados R$ 237 milhões, entre recursos do Estado e do governo federal, a governadora Yeda Crusius garantiu a empresários e líderes comunitários a presença forte do Estado em apoio à economia do RS em 2010. "O governo do Estado vai manter uma programação de obras e investimentos para que o Rio Grande do Sul cresça 4,5%", afirmou Yeda nesta sexta-feira (8), em Esteio, na última etapa do roteiro. Também anunciou que, neste ano, o acesso ao esgotamento sanitário poderá chegar a 30% da população - superando a meta de duplicação, com 26% de cobertura.

Quando assumiu o governo do Estado, em 2007, o percentual histórico de acesso ao esgotamento sanitário pela população gaúcha era de 13%, recordou Yeda. A governadora recebeu aplausos e agradecimentos durante a passagem pelos quatro municípios da Região Metropolitana, em reconhecimento ao seu empenho e à realização de obras aguardadas há décadas pelas comunidades. Conforme Yeda Crusius, a programação de investimentos será sustentada com as contas equilibradas, pagamentos em dia aos fornecedores e investimentos nas áreas de Educação, Saúde e Segurança.

Inspeção
Na primeira parte da inspeção às obras de saneamento, Yeda verificou, junto ao secretário da Habitação, Marco Alba, e do presidente da Corsan, Luiz Zaffalon, os trabalhos em andamento em Viamão e Alvorada. Nas duas cidades, são aplicados R$ 120,7 milhões e serão beneficiadas, ao todo, 500 mil pessoas. A cobertura do esgotamento sanitário, em Viamão, sairá do índice zero atual para 60%, e a de Alvorada, de 0% para 55%. A estação de Alvorada, conforme a governadora, será a maior e mais moderna do Rio Grande do Sul. Deverá ser concluída até o final deste ano.

"Essas obras são um salto de qualidade de vida, de saúde e de dignidade", disse Yeda ao conversar com o prefeito de Viamão, Alex Sander Alves Boscaini, com o presidente da Associação Comercial e Industrial, André Pacheco, representantes da comunidade e moradores. As obras incluem implementação de redes coletoras, ramais e estação de tratamento de esgoto. Após almoçar em Gravataí, Yeda seguiu para Esteio e Sapucaia do Sul. Nos dois municípios, serão investidos R$ 116,6 milhões. Em Sapucaia do Sul, as obras ampliarão o acesso ao esgotamento sanitário dos atuais 5% para 55% da população e, em Esteio, a cobertura irá de 5% para 95% da população.

Desde 2007 até o final de 2010, os investimentos em água e esgoto chegarão a R$ 1,3 bilhão, na soma entre recursos estaduais e federais. São verbas de investimentos e contrapartidas do governo do Estado, por meio da Corsan, e do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Sobre os recursos aplicados pelo Estado, Yeda afirmou: "Estamos criando um ambiente para o investimento privado. Vocês verão durante o ano, de novo, anúncio de grandes investimentos privados e a ampliação de empreendimentos das pequenas empresas. Em outubro, o Estado foi o que mais criou empregos no Brasil. Em novembro, perdeu só para São Paulo. E em dezembro, será o maior".

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade