Passeata será realizada e pedirá PAZ

A família pede a participação de todos com roupas brancas, que irá simbolizar o motivo da mobilização: PAZ E SEGURANÇA, atributos um dia vistos na cidade de Soledade.

Por Bruno Quevedo em 12/01/2010
nao. (Foto: Reprodução)
Passeata será realizada e pedirá PAZ

“PAZ”. Esse é o desejo da comunidade soledadense após o assassinato do jovem Fabiano Pancotte Borges, de 15 anos de idade, que ocorreu na madrugada do último sábado, em pleno centro da cidade. O adolescente foi esfaqueado por Luiz Carlos de Oliveria, de 37 anos.

A família, amigos e conhecidos do garoto estão organizando uma passeata intitulada “Paz”, em memória à morte de Fabiano. Na quinta-feira, dia 14, às 17h30min, acontecerá a primeira mobilização da história da cidade que busca pedir paz e segurança. A passeata está aberta a qualquer pessoa que desejar se engajar nesse pedido, que é um dos direitos humanos, mas que cada vez mais está sendo deixado de lado.

A mobilização sairá da Rua Aldino Loureiro, próximo à casa de Fabiano, seguindo pela Rua Venâncio Aires até a Avenida Marechal Floriano Peixoto, em direção ao Palco de Eventos Jesus Marodim, onde a passeata terminará com o discurso de quem desejar se manifestar a favor da causa, junto com a missa de sétimo dia de Fabiano.

A tia do jovem assassinado, Karina Pancotte, pede que “os jovens façam a sua festa, mas que pensem antes de tomar as suas atitudes, para que não hajam mais mortes em vão, pois é muito triste ter de passar por tudo isso”, lembrando que o garoto não estava envolvido na discussão que trouxe a sua morte, e que por um simples engano do assassino, mais uma vida foi tirada em vão.

A família pede a participação de todos com roupas brancas, que irá simbolizar o motivo da mobilização: PAZ E SEGURANÇA, atributos um dia vistos na cidade de Soledade.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade