Qual é o futuro dos e-readers?

Por Redação em 15/01/2010
nao. (Foto: Divulgação)
Qual é o futuro dos e-readers?

Até recentemente, quase todos os e-reader usavam telas com e-ink como as encontradas no Kindle da Amazon e no Nook da Barnes & Noble. Porém, durante o CES 2010 , que terminou no último dia 10/1, vimos um número de produtos conceituais e protótipos que podem ser considerados e-readers, mas usam telas LCD como as encontradas em notebooks.

Esses dispositivos são mesmo dispositivos de acesso para livros eletrônicos? O ponto principal dos dispositivos baseados em papel eletrônico é que a tela, que não possui iluminação, imita a aparência de um papel físico e é mais fácil para ler do que LCDs. Porém, durante o Consumer Electronics Show o que se viu foi uma leva de e-readers com LCD mas que ainda não entregam a mesma qualidade dos modelos com e-ink.

Empresas de tecnologia são suscetíveis a tendências, como um adolescente, e não vamos argumentar que muitas das companhias que apresentaram leitores eletrônicos dotados de telas LCD fizeram isso apenas para fazer parte da "turma".


MSI: e-reader conceitual

Na realidade, muitos desses aparelhos não são mais do que tablets ou dispositivos de internet móveis com softwares para leitura de e-books, ainda que não tenham sido criados esse propósito básico. Não é diferente de smartphones rodando o aplicativo do Kindle , por exemplo. Ou a versão em software do produto da Amazon para rodar em PCs .

Muito do barulho é apenas isso. Afinal, o CES é o lugar para companhias mostrarem idéias e medir a recepção da mídia e de potenciais consumidores. Isso não quer dizer que tais produtos possam realmente vingar.

O que nos leva ao e-reader conceitual de duas telas de 10 polegadas da MSI . O protótipo é surpreendentemente leve e possuía uma tela sensível ao toque que tornava fácil a navegação pelo Windows 7. As telas podiam ser colocadas em posição horizontal ou vertical; se horizontal, vê-se surgir um teclado virtual com resposta rápida. O protótipo é intrigante, para ser sincero, mas a MSI não tem planos de colocá-lo no mercado.


Entourage eDge: LCD e e-ink, no mesmo equipamento

O mesmo serve para outro dispositivo da empresa, um e-reader com tela sensível ao toque que usa o Android, do Google. Os dois aparelhos rodam softwares de e-readers, possuem tela LCD e usam sistemas operacionais completos. Eles são capazes de um pouco mais do que os e-readers tradicionais. Mas será que eles funcionarão perfeitamente se você quer apenas um dispositivo para ler livros digitais?

Outros aparelhos, como o Entourage eDge e o Spring Designs Alex Reader também têm displays LCD. Mas, também possuiem telas com tecnologia e-ink do mesmo tamanho ou maiores do que a que os demais fabricantes planejam usar em suas telas primárias para leitura.


Alex Reader: duas telas (LCD e e-ink)

Enquanto muitos dos tablets e MIDs introduzidos na CES parecem promissores, nenhum aparenta estar pronto para trocar o papel eletrônico para leituras longas. Quando o sol se pões em Las Vegas, eles ainda eram pequenos computadores que permitem acessar livros eletrônicos, além de fazer muitas outras coisas.

Fonte: yahoo.com

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade