Prefeiro Cainelli com lideranças gaúchas em Brasília

Comitiva formada por 50 prefeitos participam de mobilização em Brasília

Por Redação em 15/01/2010

   

nao. (Foto: Divulgação)
Prefeiro Cainelli com lideranças gaúchas em Brasília

Uma comitiva formada por 50 prefeitos, além de outras autoridades, liderada pelo presidente da FAMURS – Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul – Marcus Vinícius Vieira de Almeida, esteve reunida na terça-feira, 12 de janeiro em Brasília. O Prefeito Gelson Renato Cainelli, destacou que a mobilização, junto aos Ministérios da Integração Nacional e Agricultura, Pecuária e Abastecimento, buscou sensibilizar membros do governo federal quanto aos prejuízos causados pelas catástrofes naturais que afligem o Estado.

Ressaltou ainda o Prefeito que 23 associações regionais, das 26 que compõe a FAMURS, estavam representadas pelos seus presidentes. Na primeira audiência, junto ao Ministério da Integração Nacional, os prefeitos foram recebidos pela secretária Nacional de Defesa Civil, Ivone Valente. Estavam presentes, ainda, representantes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (FETAG-RS), Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (CONTAG), governo do Estado, além de diversos deputados Estaduais e Federais.

Frente às reivindicações de todos os presentes, quanto à necessidade da liberação de novos recursos para auxiliar os Municípios atingidos pelos últimos temporais, Valente foi enfática. – Só poderemos pensar em novos recursos, depois de utilizados os que já estão disponíveis. Estamos trabalhando, ainda, com o valor dos 100 milhões liberados por medida provisória em dezembro do ano passado. - disse

O presidente da Federação, Marcus Vinícius Vieira de Almeida, questionou os critérios para o repasse dos recursos e o excesso de formalismo adotado pelo governo federal.

- Não podemos admitir esse tipo de atitude. Ficou claro para todos nós que tínhamos apoio do governo federal para as catástrofes de 2009. Os prejuízos de 2010 e os mais de 40 Municípios em situação de emergência somente no mês de janeiro, não podem ficar sem atenção ou ter de racionar recursos. – disse

De acordo com dados da Defesa Civil Nacional, 246 Municípios já decretaram situação de emergência no Rio Grande do Sul. Também consta no relatório apresentado pela entidade o andamento de 170 Planos de Trabalho.

O presidente da FETAG-RS, Elton Weber, afirmou que somente na área rural, 50 mil propriedades foram afetadas (cerca de 250 mil habitantes), gerando um prejuízo estimado em 1 bilhão de Reais. Os dados apresentados não foram o suficiente para sensibilizar a Defesa Civil Nacional.

Fonte: soledaders.com.br

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade