Grêmio vira sobre o Pelotas e começa 2010 com vitória

Comandado por Jonas, Tricolor fez 3 a 2 na estreia do Gauchão

Por Redação em 17/01/2010

   

nao. (Foto: Carlos Queiróz)
Grêmio vira sobre o Pelotas e começa 2010 com vitória

Grêmio levou um grande susto, mas, na base da pressão, conseguiu começar o Gauchão com o pé direito, neste domingo. Depois de sair perdendo por 2 a 0 no primeiro tempo, o Tricolor virou a partida para 3 a 2 na etapa final. Artilheiro da temporada 2009, Jonas foi fundamental para a vitória que deu os primeiros três pontos à equipe na chave 1 do campeonato, dividindo a liderança com o Novo Hamburgo.

Comente a vitória do Grêmio abaixo

Com o badalado trio – Hugo, Borges e Leandro – em campo, a tendência era ver um Grêmio no ataque desde o início. Entretanto, não foi isso que aconteceu. Empurrado pela torcida, que lotou as arquibancadas, o Pelotas partiu para cima e se manteve no ataque na etapa inicial.

Em dois minutos, Pelotas faz 2 a 0

A pressão dos donos da casa surgiu efeito aos 31 minutos. Depois de cruzamento da esquerda, Sandro Sotilli escorou para Tiago Duarte, que vinha entrando a área sem marcação. O atacante encheu o pé e fuzilou, abrindo o placar na Boca do Lobo.

Pouco menos de dois minutos depois, Tiago Duarte mostrou que a dupla de ataque está realmente entrosada. Pela ponta direita, ele cruzou a bola sobre Victor para encontrar Sandro Sotilli. O veterano artilheiro ampliou o marcador.

Só com a desvantagem de dois gols que o time de Silas partiu com força para cima. No último terço do primeiro tempo, o Grêmio pressionou bastante, mas não conseguiu descontar. Borges teve a melhor chance. Livre e dentro da área, chutou em cima do goleiro Jonatas.

Se ficar ruim, chama o Jonas

Como o setor ofensivo não deu a resposta, Silas apostou em Jonas, goleador do time em 2009. O atacante entrou no lugar de Henrique, deslocando Ferdinando para a lateral-direita. E a alteração deu certo. Em menos de nove minutos, concluiu duas vezes – numa delas, perdeu uma chance claríssima. Já no décimo minuto de Jonas em campo, ele cobrou o pênalti, sofrido por Leandro segundos antes, e descontou para o Tricolor.

A entrada do atacante mudou a postura do Grêmio na Boca do Lobo e mudou completamente o jogo. O segundo tempo foi todo tricolor, que pressionou bastante, ainda mais depois da expulsão do lateral-direito Dick, do Pelotas.

Os comandados de Silas fizeram uma verdadeira blitz no ataque. Mas tiveram que suar a camisa para ter sucesso. Adilson, aos 23 minutos, perdeu uma grande chance com gol quase livre. Em seguida, foi a vez de Borges desperdiçar uma chance incrível.

Empate e virada em dois lances seguidos

A redenção do atacante aconteceu logo após, aos 35. Ele recebeu dentro da área, girou sobre o zagueiro Bruno Salvador e mandou rasteiro, no canto direito. A torcida gremista ainda comemorava quando, três minutos depois, Hugo arriscou de fora da área. A bola desviou na zaga e sobrou para Maylson, que recém havia entrado, estufar a redes.

Depois, o Grêmio seguiu no ataque e ainda cavou a expulsão de Jonathan, deixando o Pelotas com nove em campo. Ainda antes do apito final, Victor foi personagem. Primeiro ao entregar um rádio que a torcida teria lhe atirado. E, na última volta do cronômetro, por fazer uma defesa importante.

Na segunda rodada, os dois times encaram equipes de Caxias do Sul. O Grêmio recebe o Caxias, na primeira partida do ano no estádio Olímpico, às 19h30min, de quinta-feira. Já o Pelotas sobe a Serra para enfrentar o Juventude, na quarta.


PELOTAS: Jonatas; Dick, Jonas (Jonathan), Bruno Salvador e Diego; Gavião, Jardel, Rodrigo Ribeiro (Michel) e Maicon Sapucaia; Tiago Duarte (Maurinho) e S. Sotilli. Técnico: Beto Almeida.

GRÊMIO: Victor; Henrique (Jonas), Rafael Marques, Réver e Fábio Santos (Lúcio); Ferdinando, Adílson, Souza e Hugo; Leandro (Mayslon) e Borges. Técnico: Silas.

Fonte: Tiago Medina / Correio do Povo

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade