Enfrente a crise com peças básicas

Aprenda a montar um guarda-roupa básico para driblar as dificuldades financeiras

Por Redação em 25/01/2010
nao. (Foto: Divulgação)
Enfrente a crise com peças básicas

Gastar rios de dinheiro para ficar na moda é tão last season... Em tempos de crise econômica, moderno é se munir de um guarda-roupa clássico, recheado de peças básicas e atemporais, que não seguem modismos passageiros e vão durar por muitos e muitos verões. Saiba, agora, como montar um armário essencial.

Tubinho preto
Considerado imprescindível para um guarda-roupa completo, o tubinho preto foi criado na década de 20 por Coco Chanel. O vestido ganhou notoriedade por conta do clássico modelo que a personagem de Audrey Hepburn usa no filme Bonequinha de Luxo, desenhado por Givenchy. Em 2007, uma pesquisa na Inglaterra apontou o tubinho preto como a roupa mais importante na história da moda feminina entre as mulheres.

Camisa Branca
Quem trouxe a camisa branca do guarda-roupa masculino para o feminino foi, mais uma vez, ela, Coco Chanel, por volta de 1930. A peça básica favorecia seu tipo físico esguio e ela “roubava” a peça de seus amantes, até incorporá-la totalmente às suas coleções para mulheres. Mais tarde, o estilista Gianfranco Ferré foi o responsável por popularizar o uso da camisa branca. Outro nome ligado à peça é o da estilista Carolina Herrera, que ficou conhecida por propor o uso da camisa branca com saias elaboradas.

Calça jeans
Em meados do século 19, Levi Strauss criou roupas resistentes a partir da lona para trabalhadores das minas nos Estados Unidos. Assim foram criadas as primeiras calças jeans. Só no início do século 20, o jeans passou a ser usado também no dia-a-dia e, na década de 70, Calvin Klein foi o primeiro estilista a colocar o jeans nas passarelas.

Blazer
O blazer feminino, peça adotada e nunca mais abandonada pelas mulheres, foi criado pelo estilista Yves Saint Laurent em 1971. Com seus ombros estruturados, impregnavam o figurino feminino de poder, respondendo a uma necessidade das mulheres, que começavam sua disputa por um espaço no mundo dos negócios. Nunca mais saiu do armário, tanto das executivas como das madames profissionais.

Legging
Inspirada nas roupas esportivas, a tendência surgiu nos anos 80 e atravessou a barreira das academias para ganhar as ruas. A legging pode ser usada como calça, sob blusas mais compridas, e também como meia-calça, sob vestidos. Hoje a moda das leggings não se limita a looks esportivos. Existem opções para produções mais sofisticadas também.

Tênis
A história dos calçados esportivos remonta aos Jogos Olímpicos da Antiguidade, quando os atletas que usavam sandálias feitas de tiras de couro tinham maior êxito nos resultados do que os que competiam descalços. Por volta de 1860, foi fabricado o primeiro tênis propriamente dito, com sola de borracha e estrutura superior de lona. Ao longo dos anos, o modelo evoluiu em tecnologia, conforto e estilo, mantendo-se sempre uma peça prática e atual.

Camiseta Branca
A camiseta branca foi usada durante muito tempo apenas como roupa de baixo. Nos anos 50, com o surgimento da moda esportiva, ela assumiu o papel principal no look, na onda da influência dos visuais de James Dean e Marlon Brando nos filmes “Juventude Transviada” e “Um Bonde Chamado Desejo”. As meninas passaram a combiná-las com calças jeans e calças cigarrette até o tornozelo, num visual displicente. Hoje, a camiseta branca é peça statement, indispensável em guarda-roupas masculinos e femininos.

Sandália de Salto
A invenção do salto alto é atribuída à rainha da França Catarina de Médicis, no início do Renascimento, que usava saltos com o único objetivo de parecer mais alta. Desde então, o sapato de salto está relacionado ao poder de sedução feminino e, até hoje, as mulheres recorrem a eles quando querem se sentir mais sexies e seguras.

Calça de Alfaiataria
Foi Gabrielle Chanel quem introduziu essa peça no guarda roupa das mulheres na década de 30. Até então, as mulheres só vestiam saias, mas ela, sentindo necessidade de sentir-se mais confortável para montar a cavalo ou ir à praia, resolveu roubar o modelo do guarda roupa dos homens. E usou tecidos de underwear masculinas para produzir os primeiros exemplares de suas calças para mulheres.

Fonte: ig.com.br

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade