Grêmio fica devendo e apenas empata no Olímpico contra o Veranópolis

Tricolor saiu perdendo mais uma vez e desta vez não conseguiu a virada.

Por Bruno Quevedo em 25/01/2010
nao. (Foto: Daniel Marenco)
Grêmio fica devendo e apenas empata no Olímpico contra o Veranópolis

Pela terceira vez em três rodadas, o Grêmio saiu perdendo no Gauchão de 2010. No entanto, diferente dos dois primeiros jogos, diante do Veranópolis, neste domingo, a equipe de Silas não conseguiu a virada. Pela atuação, poderia ter perdido, mas conseguiu empatar no segundo tempo e ficou no 1 a 1 contra o time da Serra.

João Paulo abriu o placar para o Veranópolis aos oito minutos do primeiro tempo. O Grêmio só chegou ao empate aos 20 minutos da segunda etapa com Jonas.
Com o resultado, o time tricolor se igualou ao Novo Hamburgo na liderança do Grupo 1 com sete pontos ganhos em três jogos. O Tricolor lidera pelo número de gols marcados. O Veranópolis é o quinto da Chave 2 com cinco pontos.

Veranópolis segura o Grêmio
Com dor no pé, Leandro foi vetado pelo departamento médico do Grêmio. Tulio começou a partida deixando a equipe de Silas com dois homens de marcação no meio, diferente da última rodada, quando Adilson exerceu esta função sozinho frente ao Caxias.

Até o começo da rodada, o Veranópolis tinha o melhor ataque da competição com sete gols marcados em duas partidas. Mas foi a marcação a principal virtude da equipe treinada por Gilmar Dal Pozzo nos primeiros 45 minutos do confronto no Estádio Olímpico.

A dupla de zaga cuidou de Borges, Marquinhos não desgrudou um segundo sequer de Jonas e Eduardinho anulou Souza no primeiro tempo. O único que tinha um pouco de espaço para jogar no time do Grêmio era Hugo.
Mesmo apresentando o domínio no começo da partida, o Grêmio pouco finalizava. Até que, aos oito minutos, João Paulo foi lançado nas costas da zaga gremista por Eduardinho. Réver falhou, o centroavante aproveitou a bobeada da defensiva tricolor e tocou na saída de Victor: 1 a 0.

Em desvantagem e não conseguindo se desvencilhar da marcação do Veranópolis, os jogadores do Grêmio se irritaram e o clima ficou quente mais para o final da etapa inicial. O time da casa insistiu, mas não criou praticamente nada até o intervalo.

Tricolor busca o empate

Se o primeiro tempo estava ruim, o começo da segunda etapa foi ainda pior para o Grêmio. O Veranópolis voltou mais organizado e tirando proveito da falta de tranquilidade da equipe tricolor. Victor salvou o time da casa depois de um cabeceio de João Paulo.

Poderia ter ficado ainda mais feio se Tulio fosse expulso aos oito minutos após fazer uma falta muito violenta em João Paulo. O árbitro Mário Coruja aliviou a vida do volante gremista, mas Silas o sacou de campo para colocar Fernando, formado na base do clube.

Com o jovem jogador, o time tricolor cresceu em campo. O empate veio logo em seguida, aos 10 minutos. Jonas recebeu dentro da área de Souza, se livrou da marcação pela esquerda e chutou rasante, sem chances para Vanderlei: 1 a 1.

Aos 25 minutos, o Veranópolis perdeu um jogador. Marcos Paraná derrubou Adilson pela esquerda. Como já tinha cartão amarelo, foi expulso, para protesto geral do time da Serra.

Mais uma vez vaiado, Fabio Santos deu lugar a Lucio aos 34 minutos do segundo tempo. Mais tarde, Maylson entrou no lugar de Ferdinando. Nesta altura, o jogo já tinha mudado totalmente de figura e o Grêmio pressionava em busca de mais uma vitória dentro de casa.

Com 10 homens, o Veranópolis segurou o time da casa e levou para a Serra um ponto importantíssimo contra um dos grandes do futebol gaúcho.

Fonte: zerohora.com

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade