Saúde é prioridade e governo discute possível aumento de verba, diz Bernardo

Ministro da Saúde reclamou da dotação orçamentária deste ano. 'Se pudermos fazer mais, vamos fazer', disse Paulo Bernardo.

Por Bruno Quevedo em 29/01/2010

   

nao. (Foto: Reprodução)
Saúde é prioridade e governo discute possível aumento de verba, diz Bernardo

Após a reclamação pública do ministro da Saúde, José Gomes Temporão, de que o orçamento da área para este ano "não atende às necessidades", o titular do Ministério do Planejamento, Paulo Bernardo, responsável pela peça orçamentária de 2010, declarou que está discutindo um possível incremento dos recursos. Atualmente, o orçamento do Ministério da Saúde deste ano está em R$ 66,9 bilhões.

"A questão da Saúde é prioridade. Se pudermos fazer mais, vamos fazer. Estamos discutindo com ele [Temporão]", afirmou o ministro do Planejamento. Segundo ele, este é um problema que acontece com todos os ministérios. "O orçamento tem limites", acrescentou Bernardo.

O ministro confirmou ainda que até o final do mês de março o governo divulgará a revisão dos parâmetros do orçamento deste ano e acrescentou que, assim como em anos anteriores, a peça orçamentária sofrerá cortes. "Com certeza, vai ter que ter algumal imitação. A receita vai ser maior, mas a meta de superávit primário também. O rigor vai ter de continuar", disse.

Fonte: G1

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade