Gaúcho vai atrás do título de homem mais lindo do mundo

Jonas Sulzbach é eleito o mais belo do Brasil.

Por Bruno Quevedo em 15/03/2010
nao. (Foto: Divulgação / clicRBS)
Gaúcho vai atrás do título de homem mais lindo do mundo

O homem mais bonito do Brasil é inteligente, bem-humorado, nasceu em Lajeado há 24 anos e se chama Jonas Sulzbach.

Ele desbancou candidatos do país inteiro e conquistou o título de Mister Brasil Mundo 2010. Apesar de estar em um concurso de beleza, Jonas acredita que ganhou as as juradas graças à sua personalidade.

– Tentei ser verdadeiro o tempo todo, sorrir, olhar nos olhos, e acho que elas sentiram isso.

Jonas embarcou essa semana para a Coréia do Sul, onde vai disputar, no próximo dia 27 de março, o título de Mister Mundo. Essa é a primeira vez que ele viaja para fora do país. A ansiedade é natural, e ele já planeja aproveitar as quatro horas de escala em Dubai para conhecer a cidade antes de enfrentar a disputa pelo título de homem mais bonito do mundo.

- Estou confiante e seguro, vou agir lá como sou aqui.

Jonas faz parte daquele time "que-nunca-pensou-em-ser-modelo-nem-ganhar-concurso-de-beleza".

Há sete anos, sonhava em seguir os passos do pai, Fernando Sulzbach, 52 anos, formado em Educação Física. Só compareceu a uma seleção de novos modelos, em Farroupilha, na Serra, onde morava com a mãe, porque ela praticamente o obrigou.

– Ela me deu o dinheiro e insistiu muito, mas eu achava que não tinha nada a ver comigo.

Embora seus sonhos passassem longe dos flashes e passarelas, a ideia de embarcar em uma excursão, para conhecer São Paulo, agradou. Enquanto a maioria esperava com ansiedade pelas seleções nas agências, Jonas só conseguia pensar nos passeios que iria fazer e nos shoppings centers da cidade. O objetivo era passear um pouco e voltar para casa.

Voltar ele voltou, mas apenas para terminar o Ensino Médio e voltar para a capital paulista. Os primeiros dois anos na cidade trouxeram mais dificuldades do que dividir espaço com desconhecidos em uma república. Os trabalhos como modelo ainda eram escassos. Para se sustentar, ele participava de eventos - e, durante as noites, trabalhava como barman. Em pouco tempo, teve que aprender de tudo, desde o modo correto de se vestir, até a cozinhar, lavar, passar. Com os novos desafios, veio a maturidade precoce.

A situação só melhorou quando esse amadurecimento tornou-se mais visível.

– Quando eu passei a ter mais cara de homem, os trabalhos começaram a aparecer - lembra ele, que já esteve na capa da revista Men's Health, fotografou para revistas e catálogos, participou de desfiles comerciais e, há dois anos, é garoto propaganda da Lupo.

Apesar de ter se aventurado cedo, os sete anos longe de casa não foram suficientes para fazê-lo perder sotaque, deixar de torcer pelo time do coração, o Grêmio, e nem desistir de morar com a mãe.

Como retornar para Farroupilha não fazia parte dos seus planos, foi Marlene Verruck, 45 anos, que, há oito meses decidiu se mudar para São Paulo. Tudo fazer companhia ao filho.

– Ele saiu de casa muito cedo, não teve tempo para muito colinho de mãe. Desde que cheguei aqui ele é só sorrisos.

FOnte: Donna ZH

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade