Segundo estudos: mulheres jovens estão transando mais – mas ainda mentem sobre o assunto

Apesar de terem mais parceiros, levantamento mostra que elas não estão se protegendo mais.

Por Bruno Quevedo em 23/03/2010

   

nao. (Foto: Divulgação)
Segundo estudos: mulheres jovens estão transando mais – mas ainda mentem sobre o assunto

Duas pesquisas divulgadas recentemente mostram que a vida sexual das mulheres está mais movimentada – mas poucas têm coragem de falar abertamente sobre o tema, inclusive com as amigas. O número de parceiros também aumentou. Se há quatro décadas elas tinham até dois parceiros em toda a vida, hoje a média é de cinco até os 24 anos.

Uma em quatro mulheres faz sexo com um novo parceiro até o terceiro encontro e 73% no primeiro mês de relacionamento, indica uma pesquisa feita pela Bayer. Em média, as mulheres têm relações sexuais 192 vezes ao ano. Uma em cada 10 admite ter ido para cama com um pretendente no primeiro encontro e apenas 13% afirmaram esperar três meses.

O sexo no primeiro encontro também é mais comum entre as mulheres mais jovens. Mas apenas 48% afirmam se sentir confortáveis para falar do assunto com suas amigas – e 70% mentem quando falam sobre sua vida sexual.

Segundo outra pesquisa, feita pelo Instituto de Medicina Complementar da Inglaterra com 3 mil mulheres, as jovens de hoje têm uma vida sexual pelo menos três vezes mais movimentada que suas avós.

Mas, apesar da mudança de comportamento, elas não estão se protegendo mais. Os índices de câncer do colo de útero na Europa, por exemplo, não estão diminuindo, principalmente entre as meninas com menos de 25 anos. Elas também estão usando menos o preservativo. Uma pesquisa da University College London feita em 2008 com 12 mil mulheres indica que, após os 30, menos de 29% delas usa a camisinha em todas as relações sexuais.

Fonte: zerohora.com, da Agência Globo

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade