Inter leva 3 a 0 do Zequinha no Passo D'Areia

São José-PA dominou a partida, e bateu os titulares do Inter.

Por Bruno Quevedo em 25/03/2010
nao. (Foto: Valdir Friolin)
Inter leva 3 a 0 do Zequinha no Passo D

por Eduardo Cecconi

Com time titular e supremacia de torcedores nas arquibancadas, o Inter perdeu por 3 a 0 para o São José-PA, nesta noite de quarta-feira, pela 5ª rodada da Taça Fábio Koff - o segundo turno do Gauchão 2010. A partida foi disputada no Estádio Passo D'Areia, casa do Zequinha, na Zona Norte de Porto Alegre.

O jogo teve fratura, confusão, protesto de torcedores, e apagão de vinte e sete minutos de duração. Dadá, Jeferson e Guilherme marcaram os gols do Zequinha, em duelo que se encerrou apenas no início da madrugada de quinta-feira.

Com o resultado, o Inter cai para a 3ª colocação do Grupo 2, com 8 pontos. O São José-PA agora é líder provisório da chave, com os mesmos 10 pontos do Caxias - que visita o Veranópolis nesta quinta-feira, completando a rodada.

Séria lesão

Escanteios em profusão, faltas, trombadas ríspidas. Os primeiros minutos do confronto foram intensos. O Inter tentou pressionar pelos lados do campo, e aos poucos ocupou espaços no campo do São José-PA.

Na incipiente pressão colorada,
Alecsandro foi lançado aos 16min, e protagonizou um lance típico da partida. Em velocidade, não conseguiu frear e chocou-se com o goleiro Rafael, que tentava a defesa.

No lance, entretanto, Rafael sofreu fratura na tíbia. O jogador deixou o campo amparado pelos médicos, de maca, rumo ao hospital.

O perigo vem do alto

A partida recomeçou aos 20min. Dois minutos depois o Zequinha se articulou, pela direita de defesa colorada. Após cruzamento, Dadá pegou o rebote completamente livre na área, e bateu de esquerda, fazendo 1 a 0.

O São José-PA seguiu insistindo, pelo mesmo setor. Aos 44min, Pedro Carmona passou a bola por entre as pernas de D'Alessandro, completou o drible e cruzou. A exemplo de Dadá, o centroavante e capitão Jeferson aproveitou-se da sobra, e de esquerda ampliou, em belo voleio: 2 a 0.

Descontrole

Ainda antes do intervalo, no primeiro lance após o segundo gol do São José-PA, D'Alessandro entrou forte em jogador adversário, chutando bola e pernas. Na linha lateral, o meia colorado passou a discutir com o técnico Argel, do Zequinha, que acusou o argentino de xingar os suplentes.

Houve empurra-empurra, e quase se formou uma briga generalizada. Jorge Fossati e seus auxiliares deixaram o reservado do Inter, envolvendo-se na discussão com Argel.

O árbitro Márcio Chagas encerrou a etapa inicial, sob forte tensão. Argel foi expulso, e D'Alessandro recebeu apenas cartão amarelo.

Vitória garantida em dois minutos

Se o Inter pensava em partir para cima no segundo tempo, buscando o empate - ou, quem sabe, a virada - teve o plano frustrado logo cedo. Aos 2min, em contra-ataque rápido, Guilherme recebeu de Pedro Carmona, avançou, e encobriu Pato com muita categoria, fazendo o terceiro gol do Zequinha.
C
om o 3 a 0, o São José-PA tratou de administrar a vantagem. Jorge Fossati recorreu ao reservado, colocando em campo Walter, Edu e Marquinhos.

Mas o Inter criou poucas
oportunidades, sequer conseguindo descontar o placar. Houve tempo ainda para alguns refletores se apagarem, mantendo o jogo interrompido por vinte e sete
minutos.

Coube aos poucos torcedores do Zequinha comemorarem a vitória histórica no Passo D'Areia. Os colorados protestaram. Alguns pediram a saída de Jorge Fossati. Outros sugeriram a contratação de Muricy Ramalho, e criticaram jogadores.

Próximos jogos

O Inter volta a jogar no final de semana, novamente pelo Gauchão 2010. Será às 16h de domingo, contra o Caxias, no Estádio Centenário - em Caxias do Sul.
Na quarta-feira seguinte, dia 31 de março, o Inter recebe o Cerro-URU no Estádio Beira-Rio, pela Copa Libertadores 2010.

Fonte: zerohora.com

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade