Grêmio vence Esportivo e chega aos 50 jogos invictos no Olímpico

Willian Magrão e Maylson marcaram os gols nos 2 a 0 deste domingo

Por Redação em 30/03/2010
nao. (Foto: Jefferson Botega)
Grêmio vence Esportivo e chega aos 50 jogos invictos no Olímpico

O Grêmio venceu o Esportivo por 2 a 0, em jogo válido pela penúltima rodada da primeira fase da Taça Fábio Koff, neste domingo, e garantiu uma marca história. Com o resultado, o Tricolor chegou aos 50 jogos de invencibilidade dentro do Estádio Olímpico. Além disto, esta é a 13ª vitória consecutiva da equipe comandada por Silas.

O primeiro gol do Grêmio foi marcado por Willian Magrão, aos 11 minutos do primeiro tempo. Maylson ampliou aos 12 do segundo.

O Grêmio, agora, volta suas atenções para a Copa do Brasil. No meio da semana, o time enfrenta o Votoraty, no jogo de volta pela segunda fase da Copa do Brasil. Na ida, deu Tricolor 1 a 0, no interior de São Paulo. O Esportivo enfrenta na última rodada da Taça Fábio Koff o Novo Hamburgo.

O jogo

Sem Adilson e Douglas, o técnico Silas armou o meio-campo do Grêmio com Ferdinando como primeiro homem de marcação e Willian Magrão um pouco mais na frente. Maylson continuou atuando bem aberto pela direita e Mithyuê entrou na equipe mais pela esquerda.

Com o gramado do Olímpico molhado pela chuva que caiu durante todo o domingo em Porto Alegre, a ordem no Grêmio era arriscar bastante os chutes de fora da área. Jonas foi o que mais tentou, mas foi Willian Magrão que marcou o gol que abriu o placar.

Fora do time titular desde o início do ano passado, quando rompeu os ligamentos do joelho, Willian Magrão foi o grande nome do Grêmio no primeiro tempo. Eficaz na marcação, o volante aparecia com frequência no campo de ataque. Nos 45 minutos iniciais, deu três chutes para gol. Um para fora, outro que o goleiro defendeu, e um que acabou no fundo das redes do Esportivo.

Aos 11 minutos, Jonas, em uma das poucas vezes que apareceu pela direita, arrancou em velocidade e rolou para o meio da área. Ali estava Willian Magrão, que dominou e fuzilou o goleiro Caio Venâncio, que ainda pertence ao Grêmio: 1 a 0.

Em desvantagem, o Esportivo finalmente conseguiu melhorar a marcação e passou a dar poucos espaços ao time de Silas. Pela direita, ainda conseguiu levar perigo à meta de Victor. Em um destes lances, Robson cruzou para Rodrigo Italo desperdiçar ótima chance ao chutar por cima, quase na entrada da pequena área.

Mas, faltando cerca de 10 minutos para o final do primeiro tempo, o Grêmio retomou o domínio da partida e só não ampliou porque Maylson não estava com o pé muito calibrado neste primeiro tempo.

– Estamos tentando abrir a defesa do Esportivo, já que eles estão marcando individualmente o Mithyuê e o Maylson. Mas com um gol a mais a gente liquida o jogo – disse Silas na volta do intervalo.

O segundo tempo começou de forma meio apática, mas logo o Grêmio cresceu na partida e retomou o ritmo da primeira etapa. Aos 12 minutos, Mithyuê fez linda jogada pela esquerda, deixou o marcador na saudade, e cruzou para o meio da área, onde estava Maylson. Ele dominou e, com calma, chutou cruzado para marcar o segundo do Grêmio: 2 a 0.

Com o jogo praticamente definido, o Esportivo recuou e passou a apenas se defender. O Grêmio empilhou situações para marcar, chegando a todo o momento dentro da área do time da Serra.

Tranquilo no marcador, Silas aproveitou para fazer algumas experiências na equipe. O zagueiro Ozeia fez a estreia entrando no lugar de Rodrigo. Fábio Rochemback entrou na vaga de Ferdinando e Bérgson substituiu Mithyuê, que deixou o gramado sentindo dores musculares.

Com os resultados da rodada e faltando apenas um jogo para o encerramento da primeira fase da Taça Fabio Koff, o Grêmio ficou com o primeiro lugar do grupo 1. O Inter, atualmente, ocupa a quarta colocação na chave 2. Se as posições se mantiverem, teremos Gre-Nal na próxima fase da competição, e será no Estádio Olímpico.

CLICESPORTES

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade