Inter empata com o Emelec no Equador

O Internacional empatou sem gols com o Emelec.

Por Bruno Quevedo em 15/04/2010

   

nao. (Foto: Alexandre Lops)
Inter empata com o Emelec no Equador

O Internacional empatou sem gols com o Emelec, na noite desta quarta-feira (pelo horário de Brasília), em Guayaquil, no Equador. Com o resultado, o time colorado fica na vice-liderança do Grupo 5 da Libertadores, um ponto atrás do líder Deportivo Quito (10 a 9). Entretanto, o Inter garante o primeiro lugar e a classificação às oitavas se vencer o próprio Deportivo, no próximo dia 22, no Beira-Rio.

Jogo difícil no George Capwell

O time colorado teve mudanças em Guayaquil. O zagueiro Índio, lesionado, ficou de fora e Sorondo atuou em seu lugar. Giuliano, poupado na última partida, voltou ao meio-campo. O Inter começou a partida no Estádio George Capwell com Abbondanzieri; Nei, Bolívar, Sorondo e Kleber; Sandro, Guiñazu, Giuliano e D´Alessandro; Walter e Alecsandro.

Apesar de atuar fora de casa, o Inter conseguiu impor sua dinâmica de jogo, com boas troca de passes nos minutos iniciais. Os jogadores se movimentavam com intensidade pelo meio, abrindo espaços entre a defesa do Emelec. Aos 2min, Giuliano experimentou de fora da área e a bola passou próxima à trave esquerda.

Ambos os times tinham dificuldades em criar oportunidades de gol. O jogo seguiu morno nos 15 minutos iniciais, com a disputa pela bola concentrando-se no meio-campo. Aos 17min, Giuliano fez grande enfiada para Walter, que saiu de trás da zaga e invadiu a área pela direita. O atacante cruzou rasteiro para o lado, mas Zambrano apareceu para afastar. O Emelec respondeu um minuto depois, com José Quiñónez desviando de cabeça por cima do gol.

O Inter chegou forte aos 23min, quase abrindo o placar. Giuliano fez excelente lançamento para Walter, na área, e o atacante chutou em cima do goleiro. A bola por muito pouco não passou por entre as pernas de Klimowicz, que conseguiu fazer a defesa em dois tempos.

O Emelec jogava duro e cometia sucessivas faltas. A equipe colorada mantinha-se no campo de ataque e tentava escapar da forte marcação imposta pelos equatorianos. Aos 29min, Alecsandro chutou no meio do gol para defesa tranquila de Klimowicz. No lance seguinte Giuliano soltou a pancada para nova defesa do goleiro.

Pato, o grande nome do Inter

A vida de Pato Abbondanzieri ficou complicada no jogo a partir dos 30min, com a bola rondando perigosamente a meta colorada. Aos 33min, o goleiro fez a primeira grande defesa, com os pés, após perigoso desvio de Biglieri por baixo. Aos 36min, Pato fez outra importante intervenção, ao espalmar para a linha de fundo o chute cruzado de Biglieri. O time da casa cresceu no jogo e não saía mais de perto da área colorada. Ainda aos 36min, Mina desviou de cabeça e a bola acertou a trave. Nei afastou para escanteio na sequência do lance. Aos 39min, Giménez cobrou falta, a bola passou por todo mundo, e Abbondanzieri fez uma defesa sensacional, salvando o Inter.

O time colorado tentava se desvencilhar da pressão. Aos 42min, D’Alessandro avançou pelo meio e chutou fraquinho ao lado do gol. Um minuto depois, Kleber cruzou e Mina dominou a bola com a mão no interior da área. Pênalti não assinalado pelo árbitro Marlon Escalanta.

Na pressão final, quase o gol da vitória


O Inter tentava penetrar na área do Emelec, mas time de Guayaqui postava-se bem atrás e explorava os contra-ataques em velocidade. Aos 37min, Fleitas chutou ao lado do gol. Aos 39min, Andrezinho conseguiu furar o bloqueio e chutou cruzado para defesa salvadora de Klimowicz para escanteio. Logo depois, Edu entrou na vaga de D’Alessandro. Aos 43min, Andrezinho chutou em cima da zaga após rebote da defesa equatoriana. No lance seguinte, Taison tabelou com Edu e chutou para fora.

O Inter era só pressão nos instantes finais: aos 47min, Andrezinho acertou uma pancada no travessão de dentro da área, na melhor chance do time colorado na partida. Foi também a última tentativa.

O empate deixa o Inter na vice-liderança do Grupo 5, com nove pontos. O líder é o Deportivo Quito, com dez. Mas no próximo dia 22 de abril, o time colorado poderá confirmar o primeiro lugar do grupo, já que enfrentará o próprio Deportivo, no Beira-Rio, na última rodada da primeira fase da Libertadores. Uma vitória simples contra os equatorianos garante o primeiro posto.

Fonte: internacional.com

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade